sábado, 27 de março de 2010

Síndrome da desadaptação psicomotora


Ainda desconhecida da maioria da população, a Síndrome da Desadaptação Psicomotora (SDP) está associada ao desequilibrio, alterações não específicas na marcha, hipertonia reacional, medo de cair, sinais neurológicos e distúrbios psicocomportamentais. O idoso tende a adquirir uma postura de retropulsão, com deslocamento do centro de gravidade para tràs ( por isso o prejuízo na marcha e equilibrio).

A SDP pode resultar da perdas das reservas posturais, atingindo um limiar de fragilidade o qual impede que o mesmo exerça suas atividades funcionais.

A fisiopatologia permanece incerta, tendendo/associando-se a uma disfunção subcortical-frontal na qual a microangiopatia desempenha um papel principal, quase sempre associada a alterações nas vias aferentes e efetoras. A Síndrome pode ser desencadeada por inúmeros fatores como doenças metabólicas e cardiovasculares, quedas e períodos de restrição ao leito.

O Diagnóstico deve ser realizado com o auxílio de testes/questionários conginivos e motores. Os mais usados são: KATZ, LAWTON, BARTHEL, TIMED UP AND GO ROMBERG, MINI-MENTAL, LISTA DE 10 PALAVRAS(CERAD), TESTE DO RELÓGIO, TESTE DE 10 FIGURAS, ESCALA GERIÁTRICA DE DEPRESSÃO, APOIO UNIPODAL.

Alguns sintomas sa SDP assemelham-se a doença de Parkinson(DP), tais como a marcha com "freezing" e "petit pass", necessitando de uma anamnese e exame físico acurados. Diferentemente da DP, a SDP apresenta uma rigidez reacional, ou seja: só ocorre aos movimentos, principalmente a deambulação.

O tratamento coniste da terapia física e mental ( médico+fisioterapeuta+psicólogo).

A reabilitação torna-se fundamental e tem como objetivos:

-Melhorar o equilibrio

-proporcionar uma marcha normal

-Diminuir a rigidez

-Fortalecer princpalmente os membros inferiores

-Diminuir o medo e o risco de quedas

-Diminuir complicações futuras


OBS: A rápida identificação da Síndrome é papel de todo gerontólogo e se torna fundamental na qualidade de vida do idoso.




Manuela Belo Franco Bárbara


Fisioterapeuta pós-graduanda em Fisioterapia Geriátrica pela FCMMG-MG

Fisioterapeuta Fisiomed

Instrutora de pilates

Atendimento domiciliar a idosos em BH

3 comentários:

  1. So para registrar minha vinda.
    Adoro seus posts, sempre um novo aprendizado, por mais que nem sempre entenda muita coisa...

    Te amo!

    ResponderExcluir
  2. Manu,como você tá chique!!!! que linda!!!

    bjos!

    Alice

    ResponderExcluir
  3. Olá Manuela
    Você poderia citar algumas referências de artigos de SDP?
    Obrigado
    Maurici

    meu email: mauricitadeu@yahoo.com.br

    Sou doutorando pela Unifesp e estudo síndromes não-específicas.
    abraços

    ResponderExcluir