sexta-feira, 5 de março de 2010

Prótese de ombro


O primeira tentativa de realização de uma prótese de ombro ocorreu em 1982 em um paciente portador de artrite reumatóide severa. Hoje, podemos descrever a história da evolução das próteses em três gerações :
1- "Monoblock implantes": Consistia em uma só peça onde a cabeça do úmero não possuia movimento; portanto raramente ajustável ao paciente.
2- Prótese modular: Possuia segmentos independentes para a cabeça e diáfise do úmero e permitia maior adaptabilidade às características individuais do paciente.
3-Geração anatômica: Assim chamadas pela semelhança anatômica com o ombro. Eram mais adaptadas às características individuais do paciente e não restringiam a mobilidade de músculos, tendões e ligamentos.


As modernas substituições do ombro têm aparência muito semelhante à estrutura de bola e soquete do ombro real.


Indicações


Geralmente decorre da dor limitante e severa e incapacidade física.


-Deterioração do ombro ( osteoartrite)

-Artrite reumatóide grave e incapacitante

-Dano físico severo ( artrite traumática)

-Fraturas graves ( geralmente com lesões associadas e cominutivas)


Contra-indicações


- Infecções

- Lesões nervosas

-Lesão muscular ou músculos inativos

-Problemas neuromusculares

-Perda de suprimento sanguíneo na cabeça umeral ( necrose avascular)


Há diversos tipos de prótese e o sucesso da cirurgia depende da indicação precisa, do ato cirúrgico e de uma reabilitação bem conduzida.

Em termos anatômicos, a prótese pode ser parcial ou total. Na parcial há substituição somente da cabeça umeral, já na total há substituição da cabeça do úmero e da glenóide.

Há também as chamadas próteses convencionais e próteses reversas ( totais). Nas primeiras é mantida a anatomia do ombro, já nas reversas a anatomia é invertida, ficando a cabeça do umero presa na glenóide e o que seria a glenóide fica junto ao úmero.

A indicação da prótese reversa é restrita e normalmente ocorre quando não há possibilidade de realizar a convencional ou quando outras técnicas falharam.


Reabilitação:


A reabilitação de um paciente em pós-operatório ( Fisioterapia) é imprescindível para um resultado satisfatório da cirurgia.

A fisioterapia deve se basear em alguns pontos:

- Respeito ao limiar de dor e técnica cirurgica/conhecimento da técnica

-Repeito ao estágio de recuperação dods tecidos

-Respeito às condições médicas associadas

-Respeito a condições específicas


Os objetivos do tratamento fisioterapêutico são:


-Controle da dor e edema

-Promover adesão ao tratamento

-Manutenção de amplitude de movimento das articuções adjacentes (cotovelo, punho e mão)

-Prevenir complicações

-Promover o retorno às atividades de vida diária

-Ganho/manutenção da amplitude de movimento e fortalecimento muscular*

-Ganho de estabilidade articular


Cuidados:


-O paciente deve ser encorajado a manter o braço em tipóia pelo tempo necessário de cada cirurgia e retirar no momento dos exercícios e banho.

-O paciente deve ser orientado a não apoiar o peso sobre o braço operado até 4-6 semanas.

-Não realizar abdução acima de 45 graus e rotação externa acima de 30 pelo menos até 4 semanas. A partir dessa fase pode-se incrementar os movimentos com orientação e supervisão do fisioterapeuta.

-Orientar quanto à importância dos exercícios e evoluir progressivamente, sempre com cautela.


A fisioterapia pode lançar mão de recursos anagésicos da eletrotermofototerapia e exercícios para reabilitar o paciente.

Os exercícios consistem em passivos, pendulares de Codman e liberação miofascial no pós-operatório imediato; progredindo para ativos-assistidos, ativos e micromobilizações numa fase intermediária e resistidos numa fase mais tardia.

Devem ser incluídos treino de atividades de vida diária e instrumentais de vida diária.


LEMBRAR SEMPRE: Cada cado é individual e deve ser analisado conjuntamente entre médico, paciente e fisioterapeuta.


* Em fases tardias ( fase III)






Manuela Belo Franco Bárbara

Fisioterapeuta


Fisioterapeuta da FISIOMED

Instrutora de Pilates

Pós-graduanda em fisioterapia geriátrica pela FCMMG- MG

Atendimento domiciliar em Belo Horizonte-MG

24 comentários:

  1. Oi dra Manuela,
    sofri uma fratura na cabeça umeral do ombro direito em quatro partes com aproximadamente 1cm em cada fratura, passei por tratamento convencional com o dr Garrido no hosp Sao Bento, foram colocado 4 fios 18 para redução e fixação, porem um dos fios foi rejeitado e preciso ser retirado, bem, existem grandes probabilidades de colocação de protese e gostaria de saber tempo de recuperação fisioterapica para esse procedimento, qtas seções seriam necessarias aproximadamente, tendo em vista q tbm naum estou com boa mobilidade no cotovelo, se possível me responda por e-mail, inclusive com valor de cada seção de fisioterapia. obrigado.

    Maxsander
    costa2904@ig.com.br

    ResponderExcluir
  2. Manuela

    Olá, gostei muito desta matéria. Estou com minha sogra a realizar a artroplastia de ombro onde será implantado uma cabeça do umero e uma glenóide. Após uma queda em casa ela fez uma cirrurgia na qual foi colocado um pino(parafuso para fixação de tamanho superior ) o q veio a complicar e após 6 meses pós-cirurgia novamente se submeteu a outra para retirada deste. continuando a fisioterapia a dor permanecia e os movimentos não retornaram, solicitou-se uma ressonância e detectou necrose, Hoje faz 1 ano e está a realizar a 3ª cirurgia (artroplastia de ombro - total). Esta materia veio a esclarecer alguns cuidados que ela deverá ter.
    Grata!!!

    Adriana (aclinda2001@yahoo.com.br)

    ResponderExcluir
  3. FRANCIELE

    OLA MEU MARIDO TEM 26 ANOS E COLOCOU PROTESE NO OMBRO. SOFRENDO UMA QUEBRADURA DO UMERO PROXIMAL 4Partes gravissima ..é verdade que a protese pode se desgastar? quanto tempo pode durar a dele. a protese dele naum foi posta a glenoid... qnto tempo leva para que ele se recupere?? o q leva a infecçionar?? naum é o caso dele, mas é medo.. me responda por gentileza por email (fran_sena_alves15@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  4. ola tenho 26 anos e a 2 anos e fiz cirurgia de protese parcial de umero do ombro direito, fiz com o dr altair no hospital sao bento.morro na zona rural e queria saber se posso pegar peso
    com esse braço. e queria saber se ela pode se desgastar se eu voutar a trabalhar na lavoura. quanto tempo pode durar se forçar ou não.por favor me responda por email,mnchagas@live.com

    ResponderExcluir
  5. Olá Manoela , adorei o blog, gostaria de uma opinião sua se possivel, tenho 23 anos, e a 10 meses atraz, sofri um acidente, quebrei o femur e estou com lesão no menisco do joelho. O femur tenho haste e 3 parafusos, e o joelho estou em tratamento, aguardando cirurgia. Sinto muita dor no quadril, no local da cirurgia, e não posso subir escadas, dói muito, e a noite sempre tenho problemas para dormir, não posso dormir do lado da cirurgia, e tem um inchanço imenso, o médico me pediu uma ultrasom do gluteo, fiz e deu presença de liquido na topografia da bolsa sinovial e trocanteriana. Mostrei a ele , e o mesmo disse que com o tempo o meu organismo iria absorver. Faz quatro meses e até agora continua inchado e a dores pioraram, vou no médico e irei fazer uma ressonancia, só que ele disse que acha que é bursite ou um ematoma, a dores são muito forte. Poderia me dar sua opinião? na primeira ultrasom já não seria um diagnostico da bursite? há e vou fazer uma astrocopia no joelho, qual o tempo de recuperação, levarei ponto? desde já agradeço e aguardo!!!

    ResponderExcluir
  6. Olá, tenho 19 anos e há dois anos tive um TGC no umero, por conta disto tenho uma endoprotese no umeral, é estranho perdi musculo do meu braço, e é diferente um braço do outro, mais hoje agradeço em primeiro lugar a Deus, pois pela gravidade da minha doença talves não tivesse meu braço hoje, sou muito feliz claro tenho limitações mais nada que vença minha força de vontade de superar qualqur barreira.
    Minha Duvida é, por quanto tempo ou se é necessario a troca da Protese?

    Muito Obrigada

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Que bom que estas bem!!
    A prótese de ombro não tem uma vida últil longa. Normalmente preciso trocá-la entre 10-15 anos, mas como vc é jovem pode demorar um pouco mais.
    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Que bom que estas bem!!
    A prótese de ombro não tem uma vida últil longa. Normalmente preciso trocá-la entre 10-15 anos, mas como vc é jovem pode demorar um pouco mais.
    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  9. olá,
    tenho 31 anos e desde os 18 tenho artrite reumatóide ja tenho 2 proteses nos 2 femos e estou a quase 2 anos com muita dor nos 2 ombros ja nao consigo fazer quase nada sozinha,estou adiando procurar meu medico por medo da cirurgia nao queria mais nenhuma protese em mim tenho medo de me submeter a outra cirurgia e mesmo assim nao ficar sem dor embora que com as proteses dos femos foi um sucesso,graças a Deus ando perfeitamente que nem parese que as tenho,com os ombros corre o risco de nao ficar"normal"?vou poder realizar atividades fizicas do dia a dia normalmente ou vou ter restriçoes? o corte da cirurgia é muito grande?tenho pavor a cicatrizes pois já tenho 2 das quais não me agrado nadinha mas essas da pra esconder,e nos ombros com vou usar roupas de alças? desculpas pelo jornal é que eu precisava escrever tudo isso eu to com muito medo,se der me responde por email vou ficar muito feliz (monefile@hotmail.com)
    gostei muito da materia,desde já agradeço um abraço.

    ResponderExcluir
  10. Olá
    As próteses de ombro estão melhores a cada dia, no entanto, não podemos comparar os resultados em relação às do fêmur. As mesmas visam restabelecer a função o mais próximo do normal. Pode haver alguma limitação de movimento mas isso depende da prótese e de cada caso.
    Vc já teve indicação de colocá-las? Seu médico é a pessoa melhor indicada para te dar essa resposta. Te aconselho a procurar um especialista em ombro.
    Não posso mentir: a cicatriz não é pequena, mas nada que te impeça de usar as roupas que quiseres.
    Boa sorte!!
    beijos

    ResponderExcluir
  11. obrigada por responder,quando eu tiver os resultados volto para contar a experiência.

    ResponderExcluir
  12. boa tarde, MANUELA, MEU NOME É WELLINGTON TENHO 28 ANOS, A 4 ANOS COLOQUEI UMA UMA PRÓTESE DE ÚMERO PROXIMAL,TOMO NIMESULIDA DESDE ESSA DATA, MAIS MESMO ASSIM A DOR É MUITO GRANDE!! GOSTARIA DE ME INFORMAR SE ISSO É NORMAL, OU TEM ALGUMA COISA ERRADA??OBRIGADO, ABRAÇOS!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cada pessoa tem um limiar de dor mas ela é forte nos primeiros dias e depois tende a melhorar. Mas vc toma essa medicação há 4 anos???

      Excluir
    2. Sim, tomo esse remédio até hoje, todos os dias, a dor é intensa, muita dor!! Vc me indica algum médico ortopedista especialista que entende de ombro, e questão de qualidade, qual é a melhor protese de umero proximal! Me responda por email. wellington.firminoadm@hotmail.com

      Excluir
  13. Boa tarde! Eu tenho 46 anos e a exatos 04 meses sofri uma queda correndo á pé e foi colocado em min um protese de cabeça de umero, será posso continuar correndo e conseguirei dirir carro com cambio manual? Grato pela atenção.


    Emilio Rafael Ceres Bicudo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Emílio,
      Qual foi o tipo de prótese?? Depende do tipo.
      Normalmente fica-se com alguma restrição que torna a rotação externa e abdução do ombro dificultada. Cada caso é um caso mas acredito que vc possa conseguir comprar seu carro automático com insenção de impostos.

      Excluir
  14. oi Manuela,
    levei uma queda em julho 2011 d precisei colocar uma prótese na cabeça do úmero, pois a mesma ficou danificada, quebrou em 4 partes. faço fisioterapia há quase um ano, mas ainda estou bem debilitada, meu ombro levanta pouco e sinto dores. Geralmente minha escápula fica muito dolorida após a fisioterapia, nao sei se estou fazendo os exercícios corretos, pois geralmente faço sozinha sem supervisão de fisioterapeuta.
    arlete aragao
    arlete.aragao@bol.com.br

    ResponderExcluir
  15. SOFRI UM ACIDAENTE DE CARRO DIA 15 DE SETEMBRO DE 2011, PRECISEI COLOCAR UMA PROTESE PARCIAL NO OMBRO ESQUERDO, A CIRURGIA FOI UM SUCESSO, MAIS DEPOIS QUE TIREI A TIPÓIA E FUI ENCAMINHADA PRA FISIOTERAPIA, COMEÇOU MEU SOFRIMENTO , POIS ESTAVA COM CAPSULITE ADESIVA, E OS MEUS MOVIMENTOS BEM DEBILITADO, AI VIERAM 200 SEÇÕES DE FISIOTERAPIA ATÉ EU CONSEGUIR MOVIMENTOS, MAIS AS DORES SÃO INSUPORTAVEIS, ESSA SEMANA TIVE UMA PIORA , MEU BRAÇO NÃO LEVANTA MAIS E A DOR ESTÁ INSUPORTAVÉL, APARECEU UMA MANCHA AVERMELHADA E UM INCHAÇO SEM EXPLICAÇÃO, ESTOU A BASE DE TILEX, MAIS SO ALIVIA ALGUMAS HORAS, O QUE SERÁ QUE ACONTECEU?? MEU MÉDICO ESTÁ DE RECESSO.

    ResponderExcluir
  16. Tenho uma ancora em ombro esquerdo após trauma de queda foi ruptura do tendão supra espinhal. Estou com 49 dias de cirurgia, estou bem. Só que comecei as fisioterapias e só querem por gelo e leiser, após passar a ação do gelo vem a dor com mais intensidade. Gostaria de saber que tipos de exercicos posso fazer, e porque não posso por o infra vermelho. Desde já obrigado pela ajuda,bom dia

    ResponderExcluir
  17. Olá. Eu vou contar o meu caso. Tenho 19 anos e aos 9 anos eu tive leucemia, e por conta de uma quimioterapia fiquei com lesão cerebral. Daí eu melhorei dessa lesão e da leucemia, porém, fiquei com uma sequela no ombro esquerdo. E atrapalha muito a minha rotina diária. Há 2 anos atrás os médicos tinham levantado a hipótese de colocar uma prótese na cabeça do meu úmero mas descartaram. Quando foi essa semana, eu passei em consulta e eles disseram que é melhor operar porque está me atrapalhando sim. Vou fazer uns exames pra eles estudarem, e daqui a 4 meses vou passar em consulta de novo pra ver como vai ser. Mas antes de mais nada eu quero saber, quanto tempo demora a recuperação por conta da fisioterapia? Ficarei muito grata se você responder minha pergunta. Abraço, fica com Deus!

    ResponderExcluir
  18. Olá. Eu vou contar o meu caso. Tenho 19 anos e aos 9 anos eu tive leucemia, e por conta de uma quimioterapia fiquei com lesão cerebral. Daí eu melhorei dessa lesão e da leucemia, porém, fiquei com uma sequela no ombro esquerdo. E atrapalha muito a minha rotina diária. Há 2 anos atrás os médicos tinham levantado a hipótese de colocar uma prótese na cabeça do meu úmero mas descartaram. Quando foi essa semana, eu passei em consulta e eles disseram que é melhor operar porque está me atrapalhando sim. Vou fazer uns exames pra eles estudarem, e daqui a 4 meses vou passar em consulta de novo pra ver como vai ser. Mas antes de mais nada eu quero saber, quanto tempo demora a recuperação por conta da fisioterapia? Ficarei muito grata se você responder minha pergunta. Abraço, fica com Deus!

    ResponderExcluir
  19. Oi tenho 19 anos e sofri um acidente faz 4 meses quebrei o braço e desloquei o ombro fizeram minha cirurgia e colocaram a placa com 10 pinos no ombro e agora o osso ta desgastado e agora vou fazer outra cirurgia pra colocar a protese como serar que tem que tirar o osso pra colocar ????como serar a reculperaçao????? Ja to com medo de fazer a cirurgia..fico grata se vc mim responder.. Abraço

    ResponderExcluir
  20. Há diversos tipos de próteses. Ela é ajustada no osso, retirando normalmente uma parte da articulaçao.
    Nao tenha medo!!

    ResponderExcluir