sábado, 20 de fevereiro de 2010

Dor no quadril e bursite trocantérica


A dor no quadril é uma queixa frequente nos consultórios médicos e nas clínicas de fisioterapia. No entanTo, nem sempre o diagnóstico correto é feito, trazendo como consequência um tratamento indequado e o não alívio dos sintomas.

Uma boa anamnese e um exame físico detalhado são imprescindíveis para que se possa estabelecer um diagnóstico diferencial.

As alterações intra-articulares, como as artroses ou necroses avasculares causam além da dor, a diminuição da amplitude de movimento. Já as alterações periarticulares, sendo a bursite trocantérica a mais comum, não causam diminuição da mobilidade, além da dor.


A o nome bursite vem de bursa ( do latim pequena bolsa), que são estruturas com a função de diminuir o atrito entre os tendões e músculos sobre proeminências ósseas. Existem, no mínimo 13 bursas no quadril, mas as de interesse de estudo são a trocantérica, a iliopectínea e a isquioglútea. A trocantérica situa-se entre as inserções do glúteo médio e mínimo.

As causas da bursite trocantérica incluem traumas agudos na região, microtraumas repetitivos, fricção na banda iliotibial, discrepância entre membros, cirurgias no quadril, entre outros...

A semiologia para o diagnóstico da bursite trocantérica é controverso e obscuro, no entanto são citados alguns sinais que colaboram para o diagnóstico correto: dor à palpação no trocanter maior e que piora à noite, piora da dor na flexão associada à rotação interna e externa do quadril e que pode se associar à adução ou abdução. Como se vê, quase todos os movimentos do quadril encontram-se envolvidos e não há um teste sensivel e específico para o diagnóstico fiel. O mesmo ocorre pelo exame acurado do quadril, incluindo análise da marcha e pela exclusão de outras condições.

Os exames radiográficos são negativos, entretanto podem apresentar sinais de calcificação na região do grande trocanter.

Em trabalho realizado por Fujuki e colaboradores, 2006 foi demonstrdada uma manobra semiológica para ajudar no diagnóstico da bursite trocantérica. Essa manobra consiste em dois testes:

- 1 - Paciente em decúbito dorsal, cruza-se a o quadril afetado por cima do outro, mantendo o calcanhar na cama e fazendo 90 graus de flexão de quadril e joelho. O teste é positivo s eo paciente referir dor.

-2 - Paciente m decúbito dorsal com flexão de quadril e joelho a 90 graus e faz-se adução forçada. O teste é positivo se o paciente sentir dor.

O tratamento consiste em repouso relativo, uso de antiinflamatórios não-esteróides e fisioterapia(recursos analgésicos, ultrassom e exercícios). Caso a sintomatologia dolorosa não melhore pode-se optar por injeções de esteróides na área. Em casos extremos pode-se optar pelo procedimento cirúrgico, que consiste na remoção da busrsa inflamada.


FAVOR DEIXAR EMAIL PARA QUE AS PERGUNTAS SEJAM RESPONDIDAS. NO MOMENTO O BLOG ESTÁ COM PROBLEMAS PARA VISUALIZAR OS COMENTÁRIOS.

Referência:
http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&nextAction=lnk&base=LILACS&exprSearch=498112&indexSearch=ID&lang=p

Manuela Belo Franco Bárbara

Fisioterapeuta especialista em fisioterapia geriátrica pela FCMMG - MG

Instrutora de Pilates

manuelabelo@yahoo.com.br

Atendimento: Clínica Carlos Franco (Rua São Paulo,98 Tabuleiro.Fone: 82-33241350)


289 comentários:

  1. olá Manuela primeiramente parabéns pela iniciativa do blog a difusão do conhecimento é vital. me ocorreu uma dúvida com um pct que me procurou com um diagnóstico (médico) de lombociatalgia mas referia apenas dor na articulação coxofemoral esquerda do quadril de inicio incidioso inclusive assimindo uma postura antálgica ao sentar eu suspeitei de um comprometimento articular um possivel bursite você sabe se exidte algum diagnostico diferencial entre essas duas condições?

    ResponderExcluir
  2. Olá, algumas vezes tb me deparo com a diferença entre o diagnóstico dado pelo médico e a situação do paciente. Não sei há algum teste específico para esse diagnóstico diferencial. O que ocorre é que muitas vezes tanto as doenças lombares quanto as do quadril apresentam sintomatologia difusa. A busrite trocantérica apresenta dor muito característica à palpação (apertar mesmo!!) do trocanter maior e os sintomas acima relatados na postagem. O paciente sente dor ao dormir do lado afetado, dificuldades na marcha... Pelo que vc falou em relação a dificuldade de sentar não deve ser bursite pela localização anatômica do trocânter. A lombociatalgia pode ser diagnosticada clinicamente pela irritação do nervo ciático ( testes comumente utilizados: Lasegue, lasegue sensibilizado e a angulação (60 graus). Somente pelo que vc falou no comentário está mais para lombociatalgia mesmo. Mas faça seus testes e trate com o que encontrar. Estou disponível para trocar idéias!! Obrigada pelo elogio. É sempre bom compartilhar...

    ResponderExcluir
  3. Boa Noite Manuela,

    Fiz uma ressonância magnética dos quadris e o resultado foi:
    Extensas e difusas alterações de morfologia de sima comprometendo os tecidos mole peritrocantéricos, envolvendo inclusive o tendão do músculo glúteo médio. Essas alterações todas estão relacionadas à Sindrome Dolorosa do Trocanter maior com distensão da bursa trocantérica por líquido. O que é isso,tem tratamento?
    Att.
    Janice

    ResponderExcluir
  4. Olá Janice,
    Isso que vc tem provavalmente é uma bursite trocantérica. É a inflamação da bursa, que é uma bolsa (ler arigo). O tendão do músculo glúteo médio encontra-se envolvido por se inserir justamente no grande trocanter. Tem tratamento sim!!O mesmo consiste em analgesia e na exclusão da causa da inflamação caso seja conhecida, por exemplo uma discrepância de membros, exercícios mal orientados... Pode-se tb tentar infiltração e nos casos mais avançados, a cirurgia. Mas isso é bem raro.
    beijos e melhoras!

    ResponderExcluir
  5. Olá Manuela, boa tarde!

    Tenho bursite no quadril esquerdo e sinto dores na virilha esquerda descendo para coxa isso é um reflexo da dor?

    ResponderExcluir
  6. Olá!!
    A depender de que bursa está afetada, pode sim levar a dor irradiada para virilha, coxa ou até glúteos. Não há como afirmar se esse é o seu caso sem te avaliar.

    ResponderExcluir
  7. Olá boa noite!tenho lombalgia crônica+espondilose lombar e omtem fui ao meu ortopedista e ele me examinou pois estou sentindo dores na parte lateral acima da coxa sentir uma dor insuportavel e o meu medico me pediu que eu fizesse um raio x da ARTICULAÇÃO COXO-FEMORAL,estou preocupada,trabalho na area da limpeza,o que devo fazer?

    ResponderExcluir
  8. Olá!! Primeiramente aguarde o resultado do RX do quadril que poderá descartar ou confirmar a presença de alterações. Primeiro tem-se que saber o que você realmente tem.
    Boa sorte!!

    ResponderExcluir
  9. Olá Manuela boa tarde!
    EM outubro/2009 comecei a senti dores no quadril esquerdo e o médico solicitou uma RM e a impressão diagnóstica foi (DISCRETO EDEMA ENTRE O TENSOR DA FÁSCIA LATA E A FACE LATERAL DO GRANDE TROCÂNTER FEMORAL, RELACIONADO A ATRITO E COMUMENTE DESTITUÍDO DE SIGNIFICADO CLÍNICO), fiz algumas sesões de fisioterapia mas ainda sinto dores e dificuldades em alguns movimentos, será que posso praticar pilates?

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde!
    Pode sim. No entanto há algumas posturas que seu instrutor deve evitar para não aumentar o atrito na região referida.
    Evite dormir sobre o lado dolorido e procure usar calçados adequados.
    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  11. Olá Manuela bom dia!!
    Agradeço muito pela sua atenção, que Deus lhe abençoe e muita luz bjsss!!

    ResponderExcluir
  12. Quanto tempo de fisioterapia leva para melhora de uma bursite trocantérica.
    Ja estou 4 meses com dores...foi descoberto agora a bursite e tendinite...fiz 20 sessões e não senti melhora ainda...a fisioterapeuta ainda não entrou com alongamentos.
    Quanto tempo demora?
    Grata.
    Katia

    ResponderExcluir
  13. Ola Manuela hoje fiz uma infiltração na bursite do trocanter direito...
    Quantas são necessarias para melhora ????
    grata
    katia

    ResponderExcluir
  14. ola manuela...
    tenho 5 dias de inflitração na bursa do trocanter direito e até agora nada...vou ter que repetir??
    Essa infiltração que eu fiz não fez efeito ou demora mesmo????
    o médico pediu pra que eu voltasse só no inicio de janeiro...pois não pode aplicar repetidamente...acho que vai querer avaliar.
    Corre o risco dessa nÃO ter tido efeito????
    grata
    katia

    ResponderExcluir
  15. Olá Katia,
    Normalmente o alívio com a infiltração é quase que imediato. Vc saberia dizer o que foi infiltrado??
    Realmente não se pode/deve realizar esse procedimento com frequência.
    Tenha paciência e aguarde o parecer do seu médico.

    ResponderExcluir
  16. Ola Manuela
    Foi infiltrado cortisona...
    Hoje dia 19/12 é que estou começando a sentir alguma melhora..só esta doendo um pouco a lateral da perna...o quadril não... e tb não esta insuportavel como antes.
    O médico sabia que ia continuar doendo alguns dias pois me receitou ultracet.
    Agora preciso avaliar o lado esquerdo pois esta doendo mais que o direito.
    A bursite demora mesmo para ser tratada???
    Fiquei o mês de agosto todo no hospital (deitada) pois tive uma trombose cerebral...não podia nem ir ao banheiro...muito tempo deitada pode inflamar a bursa???
    Estou tomando marevan anticoagulante por isso não posso tomar nem um outro tipo de antiinflamatorio e a recuperação da bursite fica cada vez mais dificil.
    katia

    ResponderExcluir
  17. Obs: Continuo fazendo a fisio com Tens e ondas curtas a fisioterapeuta me ensinou 2 alongamentos leves...nada de impacto.
    O meu problema é a demora na cura pois como te disse estou tratando a trombose cerebral ainda que por sinal deixou algumas sequelas...por isso te faço tantas perguntas é que tem hora que a gente cansa de ir pra um médico e outro e eu por sinal tenho varios...até me confundo as vezes.
    katia

    ResponderExcluir
  18. Olá, boa tarde
    sinto uma dor que vem e passa,entre a verilha e a coxa direita, ador não é forte mas é muito chatinha quando ela vem,o que seria isso,que tipo de exama devo fazer.
    obrigada

    ResponderExcluir
  19. Acredito que vc tem que procurar um médico ortopedista. O mesmo fará um exame clínico e, se necessário solicitará algum exame complementar.

    ResponderExcluir
  20. Manuela, boa tarde!
    Gostaria de uma orientação. Sou corredora há dois anos. Corro três a quatro vezes por semana, num total de 30 a 40 km semanais. Nunca tive lesão pois sou muito cuidadosa, faço musculação voltada para a prática da corrida, aquecimento. Em dezembro fiquei sem correr para descansar a musculatura e fiz somente a musculação habitual nesse período. Comecei então, a sentir dores no quadril do lado esquerdo, como se tivesse batido em algúm lugar e na região perto da virilha. Doi quando aperto o osso logo abaixo da cintura e doi muito à noite, principalmente quando vou espreguiçar. Ontem , depois de retornar a correr, essas dores se intensificaram. Que especialista procurar a partir desses sintomas?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  21. Ola Manuela,

    Foi ao ortopedista e descobri que estou com bursite na virilha direita.
    o medico recomendou pilates, mas não estou vendo melhora, será que você poderia me passar algumas posiçoes de alongamento para essa região???
    e gostaria de saber se aulas como o spinning, jump atrapalham na recuperação.

    Att, Danielle

    ResponderExcluir
  22. Lígia,
    Sugiro que você procure um médico ortopedista, de preferância um especialista em quadril.
    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  23. Olá Danielle,
    Seria muito leviano da minha parte te passar algum exercício sem ao menos saber que musculatura está afetada. Na minha opinião, inclusive como instrutora de pilates, é que você deveria primeiramente tratar a dor para depois voltar ao pilates. Pelo visto vc está na fase inflamatória e necessita de um repouso relativo.
    Na fase em que vc está sugiro que não faças jump nem spinning pois são atividades com muito impacto nessas regiões.
    Boa sorte!!

    ResponderExcluir
  24. Danielle, quando falei em tratar a dor, me referi ao tratamento medicamentoso e recursos físicos/fisioterápicos.

    ResponderExcluir
  25. Olá Manuela!

    Após muita dor no gluteo refletindo para panturrilha, procurei o ortopedista novamente e ele pediu ressonâncias dos quadriz, resultado bursite trocantérica.
    Eu já estava tomando CELEBRA, com o resultado do exame ele manteve e pediu 10 sessões de fisio, analgésica e alongamento.
    Já fiz 2, faços os exercícios, uns 4, depois ultrasom e 20 minutos de tens. Será esse tratamento suficiente?

    A minha pergunta é, já não deveria ter melhorado a dor?
    Esta noite mal consegui dormir pois a dor na panturrilha era enorme.


    Obrigada,

    Tatiana

    ResponderExcluir
  26. Olá Tatiana,
    2 sessões é muito pouco para que se tenha uma melhora. Tenha paciência! Às vezes a inflamação está grande.
    Acredito que o tratamento baseia-se na mudança de hábito, repouso relativo, anti-inflamatório e exercícios (progressivos).
    Não vejo necessidade de ultrassom e TENS.
    O TENS até pode ser usado para aliviar a dor e facilitar os exercícios. Mas saiba que ele não atua na causa da dor.
    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  27. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  28. Olá Manoela , adorei o blog, gostaria de uma opinião sua se possivel, tenho 23 anos, e a 10 meses atraz, sofri um acidente, quebrei o femur e estou com lesão no menisco do joelho. O femur tenho haste e 3 parafusos, e o joelho estou em tratamento, aguardando cirurgia. Sinto muita dor no quadril, no local da cirurgia, e não posso subir escadas, dói muito, e a noite sempre tenho problemas para dormir, não posso dormir do lado da cirurgia, e tem um inchanço imenso, o médico me pediu uma ultrasom do gluteo, fiz e deu presença de liquido na topografia da bolsa sinovial e trocanteriana. Mostrei a ele , e o mesmo disse que com o tempo o meu organismo iria absorver. Faz quatro meses e até agora continua inchado e a dores pioraram, vou no médico e irei fazer uma ressonancia, só que ele disse que acha que é bursite ou um ematoma, a dores são muito forte. Poderia me dar sua opinião? na primeira ultrasom já não seria um diagnostico da bursite? há e vou fazer uma astrocopia no joelho, qual o tempo de recuperação, levarei ponto? desde já agradeço e aguardo!!!
    Claudia

    ResponderExcluir
  29. Olá Cláudia,
    Obrigada pelo elogio!
    Sua cirurgia do fêmur pode trazer como consequência um desequilíbrio muscular, o que favorece o aparecimento das bursites ( no seu caso, trocantérica). Realmente o organismo reabsorve grande quantidade do líquido. Ao meu ver, pelo tempo de cirurgia não mais se justificaria a presença de líquido. Mas pode haver o desequilíbrio muscular. O que sugiro que faças é o trabalho na musculatura flexora, extensora, adutora e abdutora do quadril. Isso respeitando seu limite de dor e também a lesão meniscal.
    Quanto à sua cirurgia de menisco por artrosopia é bem simples e tranquila. Vc ficará com 2 pontinhos somente e o recuperação depende da técnica. Mas é tranquilo. Praticamente não há edema e dor.
    Beijos e boa sorte!

    ResponderExcluir
  30. Vamos ver seu entendi, significa que tudo leva a crer que é mesmo bulsite? mais com tratamento desincharia? pois incha derrepente, e sinto dores enormes, subindo escadas piora,seria necessario cirurgia ou apenas infiltrações como o médico disse.
    Obrigada

    ResponderExcluir
  31. Há desculpa o que seria o desequilíbrio muscular?

    ResponderExcluir
  32. Olá Cláudia,
    Isso mesmo!! Tudo leva a crer que se trata de bursite. Cirurgia nestes caso é extremamente raro. Caso não resolva com repouso, fisioterapia e antiinflmatórios orais, o médico indica a infiltração.
    Desequilíbio muscular é que, pelo fato da cirurgia vc usa mais um musculo e poupa outro; ficando um mais forte que o outro (POR ISSO SÃO NECESSÁRIOS EXERCÍCIOS).
    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  33. Manoela infiltração de corticoíde engorda? se for mesmo bursite ele disse que vai fazer infiltrações. Há e já fiz a ressonância estou aguardando o resultado. E sobre a cirugia no joelho eu fiz a ressonancia e deu ruptura oblica no corno posterior do menisco medial, e pequena quantidade de liquido intra articular, depois do exame já fiz várias sessões de fisioterapia e tomei varios rémedios, por isso o médico resolveu marcar a cirurgia, pois sinto dores horriveis, ele disse que é simpleas a astroscopia mais muitos amigos dizem que pode não da resultado, sabe de algo, poderia me dar informações caso saiba? Muito obrigado por estar me esclarecendo minhas dúvidas, é muito bom ter pessoas como vc, que pode dividir conhecimentos.

    ResponderExcluir
  34. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  35. Infiltração não engorda. Quanto à isso não se preocupe.
    A cirurgia que você fará á a menisectomia por artroscopia, onde o médico remove ou repara as lesões no menisco. A alta é rápida e o resultado são ótimos.
    Bos sorte!

    ResponderExcluir
  36. Que ótimo então não vou ficar no hospital , vou embora no mesmo dia será? pois tenho trauma de hospital, estou com medo da cirurgia, será que na mesma semana já posso caminhar? seria preciso andar de muletas? andei muito quando quebrei o femur. Desculpe está lhe encomodando.

    ResponderExcluir
  37. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  38. Outra dúvida quem sabe vc possa me esclarecer acabei de pegar o resultado da ressonancia e o diagnostico foi:
    Coxa Profunda, sabe me dizer o que significa?
    Elementos musculares com sinal de intensidade preservada.
    Acumulo de liquido na bursa supra trocanterica( Bursite supra trocanterica), essa palavra SUPRA faz alguma diferença?
    Desculpe o encomodo.
    Obrigado

    ResponderExcluir
  39. Olá... Vamos às dúvidas!!
    Acho que vc não vá embora no mesmo dia por precaução. Deve dormir um dia somente.
    Normalmente os médicos prescrevem 1 muleta.
    Quanto à ressonância: Coxa profunda significa que o seu acetábulo é um pouco mais profundo. Acetábulo é a "casinha" onde fica a cabeça do fêmur (olhar foto). Não tem relação com a bursite.
    Sua musculatura está preservada.
    A palavra supra não faz diferença.
    Espero tê-la ajudado. Leve o exame ao seu médico e tire suas dúvidas.

    ResponderExcluir
  40. Olha eu aqui de novo, oiee querida Manu, hoje fui ao médico e como vc já tinha me esclarecido é bursite trocantérica,ele disse que é uma enorme bursite,já fez infiltração hoje mesmo, e próxima está marcada para daqui 15 dias, mais estou com dor no local, e está duro é nomal? precisa de repouso?
    Obrigado mais uma vez.

    ResponderExcluir
  41. É normal sim. Não precisa de repouso absoluto. Mas é prudente que vc poupe um pouco a região. Evite dormir de lado, evite subir escadas... Você vai sentir logo a melhora!
    Boa sorte!!

    ResponderExcluir
  42. Manuela,
    estou há 2 meses com o diagnóstico de bursite trocantérica bilateral, tenho 33 anos e sou professora de educação física. Faço fisioterapia (TNS, ultrason, gelo e aguento pouco os alongamentos) e acumpuntura. Tanto fisioterapeutas como o médico me disse que não é normal a fase aguda durar tanto tempo, pois ainda tenho dores para caminhar, não consigo abduzir o quadril nem rotá-lo lateralmente. Esta semana farei uma RM da bacia e da região lombo-sacra. Quais outras patologias poderiam estar interferindo na cura da bursite fazendo a fase aguda durar tanto?
    Obrigada

    ResponderExcluir
  43. Olá Ana Carolina,
    Você está poupando seu quadril (um repouso relativo)??
    Está dormindo de barriga para cima?
    Tomou algum antiinflamatório??
    Realmente 2 meses com os sintomas agudos é muito tempo, mas cada caso é um caso e temos que levar em conta sua profissão.
    A dor que vc sente é bem localizada no trocânter maior??
    Após suas respostas poderei ajudá-la melhor!

    ResponderExcluir
  44. Olá Manuela,
    sim estou fazendo repouso relativo, dormindo de barriga para cima, tomo antiinflamatório. A dor é localizada no trocanter e às vezes espalha-se para a virilha e outras para o glúteo o que é mais frequente. Atualmente a dor na região glútea parece me incomodar mais que a bursite, tanto que não consigo permanecer muito tempo sentada. Alguma inflamação no nervo ciático ou uma compressão de algum disco poderia estar retardando a cura da bursite?

    ResponderExcluir
  45. Pode ser algo na coluna lombar sim, principalmente por se tratar de um caso bilateral.Pode haver uma compressão radicular.
    Se a dor descer pra coxa pode se tratar da Síndrome do piriforme. Mas não acredito.
    Nada disso retarda a cura da bursite... são coisas distintas!!!
    A ressonancia deve esclarecer!
    Me fale depois que vc fizé-la.

    ResponderExcluir
  46. Olá Manuela, já foram 13 sessões de fisio, parei os alongamentos porque a dor piorou, fui a outro medico que trocou celebra por arcoxia e deu tylex de 6 /6hs (1/2). Voltei o alongamento e parece que piorou novamente, na verdade se contar desde o inicio do celebra e fisio só sinto cada vez mais dor. Se estou sentada doe quando levanto, se estou andando começo bem e a dor vem forte, se paro doe mais ainda. Estou ficando desesperada. A dor do ciático tem a ver com a bursite trocantérica? Hoje a dor e queimação foram de traz do joelho para panturrilha... quando andando porque andei um pouco mais que tenho feito.

    Estou bem desanimada, bjs

    ResponderExcluir
  47. Acho mais prudente vc nõa fazer nenhum exercício nessa fase.
    A dor do ciático não tem nada a ver com a bursite.
    Pelo que vc me falou essa dor que mais a incomoda não é a da bursite. Se for realmente a do ciático (ciatalgia) requer um pouco de repouso e cuidado com a coluna. Evitar curvar o corpo para frente, pegar peso, ao levantar da cama ficar primeiro de lado...
    Não desanim~e!

    ResponderExcluir
  48. Super obrigada Manuela, hoje voltei ao medico, estava desesperada e o que vc escreveu, gracas a Deus, ratifica o que ele disse, não aguento mais duvidas. Os alongamentos estão suspensos, deu uma medicação complementar e um repouso dentro dos meus limites porque não posso parar de trabalhar.
    Amanha farei outra ressonancia, agora uma lombossacral, que pela dor que descrevi no primeiro medico, já poderia ter sido solicitada.
    Muito obrigada, te conto o que aconteceu, estou com medo do resultado, mas... vamos ver. Bjos

    ResponderExcluir
  49. Olá Manuela, então, a bursite está começando a ceder, mas ainda continuo com pouco de dor e com muito medo de mexer), mas ainda tenho que descobrir o porque de ela persiste por tanto tempo. E as suas causas para que não retorne. Estou com umas fisgadas na região posterior do glúteo.
    Vamos aos exames:
    o RX inicial (28/01/2011) não mostrou alterações significativas, consta que tenho coxa profunda.
    o US mostrou alterações indicando bursite (08/02)
    a RM (30/03) da coluna lombo-sacra: hérnia em L3-L4 de base larga contida, póstero-lateral à direita com leve extensão para o forâmen de conjugação intervertebral. Demais discos, articulações sem alterações, cones medular terminal sem alteração significativa.
    a RM da Bacia: não há evidência de lesões ósseas, articulações sem alterações e tecidos moles preservados.
    Então, como assim tecidos moles preservados? Quer dizer que a bursite já foi embora?Mas ainda nem consigo dormir de lado? Quais as implicações deste tipo de hérnia na bursite e qual o tratamento que devo ter para este tipo de hérnia? Estou preocupada visto as minhas atividades!!
    obrigada, bjs, aguardo tua resposta!

    ResponderExcluir
  50. Oi Ana Carolina,
    Agora... tudo está se encaixando!! Essa hérnia postero-lateral justifica a sua sintomatologia! Realmente é dolorosa e vc tem que fazer realmente um repouso relativo e posterior fortalecimeto da região. Você como educadora sabe alguns exercícios específicos para essa região. Existe um método conhecido como Mackenzie que é muito bom no tratamento de hérnias discais. Fala para suas fisioterapeutas ou procure alguma que faça. No início dê preferência para os isométricos; mas só inicie quando estiver sem dor.
    Tecidos moles preservados mostra como o próprio nome diz... mas nã necessariamente que a bursite acabou. Lembremos que a condição cl;inica do paciente é soberana e os exames sã complementares.
    A bursite não tem nada a ver com a hérnia! uma não interfere na outra.
    Faça o tratamento ( repouso, mudança de hábitos, aintiinflamatórios e depois exx) e vc voltará 100% para suas atividades.
    Não tenha pressa!
    beijoss

    ResponderExcluir
  51. Olá Manuela, muito obrigada pelas dicas!!!
    Se eu estiver em uma crise da hérnia você acha apropriado eu me alongar em casa? Estou um pouco perdida pois só tenho médico na terça-feira. O que devo fazer nos momentos em que eu tiver dor e fisgadas na região posterior do glúteo e coxa?
    beijão e mais uma vez obrigada!

    ResponderExcluir
  52. Não recomendo alongar durante as crises. Procupe poupar a região e não ficar muito tempo sentada.
    beijão

    ResponderExcluir
  53. Boa noite Manuela, adorei o seu blog, parabens pela sua iniciativa de esclarecer
    nossas dúvidas, tenho 48 anos estou com 25 quilos acima do meu peso e tenho bulsite nos quadris e esporão nos 2 calcanhares, posso fazer algum exercicio físico ? pois fazia caminhada mas o espórao começou doer muito,tomei alguns remedios e melhorou, posso voltar a caminhar ou não ?
    obrigada
    Maria

    ResponderExcluir
  54. Obrigada pelas palavras.
    Você pode (e deve) fazer alguma atividade física pois, diminuindo o seu peso consequentemente diminuirá também a sobrecarga. No entanto aconselho a começar por uma atividade de menor impacto para não aumentar a sintomatologia dolorosa dos quadris e calcanhar. Hidroginástica, natação, pilates...
    Você me falou que melhorou depois da medicação mas aguarde um tempinho pois você não vai poder ficar sempre à base de medicação.
    boa sorte!
    Espero tê-la ajudado!

    ResponderExcluir
  55. Obrigada Manuela,vou seguir suas instruções.
    Maria

    ResponderExcluir
  56. Boa noite Manuela, como a Maria disse, eu tbm te agradeço pela sua disponibilade,bem tenho genu valgo,e não posso fazer exercicios fisicos no momento, o que posso fazer para aliviar as dores e reduzir os estralos no joelho,
    obrigada
    Mariana

    ResponderExcluir
  57. ola Manuela,fiz uma cirurgia do femur, efiquei muito tempo sem andar ,agora estou tentando ficar de pe e voltar a andar,porem quando fico de pe minha articulação da coxa com o quadril doi muito que não consigo ficar de pe o que eu faço e também,sinto dor no joelho como se fosse um choque.

    ResponderExcluir
  58. Olá Luciana,
    Qual o tipo da sua cirurgia?
    Quando vc a realizou?
    Colocou haste ou placa e parafuso?

    ResponderExcluir
  59. Boa noite Manuela...
    Tenho dores no lado direito envolvendo a verilha e a perna, fui ao ortopedista e o mesmo solicitou uma ressonância magnética do quadril direto, o resultado foi o seguinte:
    * Ausência de derrame articular;
    *estruturas tendíneas e ligamentares apresentam espessuras e sinais conservados;
    *mínima quantidade de líquido em bursa trocanteriana;
    *labrum acetabular apresenta morfologia habitual;
    * estruturas ósseas analisadas apresentam morfologias e sinais conservadas;
    *ventres musculares sem particularidades.
    O que você pensa sobre esse laudo...

    Grata,

    ResponderExcluir
  60. ola estou com uma dor um pouco abaixo do quadril mas so doi quando eu faço algum esforço sera que isso pode me prejudicar muito no futebol??

    ResponderExcluir
  61. Manuela sou estudante de fisioterapia e estou fazendo um trabalho sobre bursite de coxo femoral e da pata de ganso. O professor pediu patologia, sinais e sintomas, Exame físico, teste e tratamento na água dos dois tipos de bursite! Você poderia me ajudar?

    Grata desde já!

    ResponderExcluir
  62. Estou com problemas no blog por isso aperecerá como anônimo!!

    Respostas aos três últimos comentários:
    1- O diagnóstico é feito com base no exame físico, anamnese e exames complementares. De acordo somente com o que vc me realata provavelmente é sim bursite trocantérica.

    2- Com o que você relatou é impossível saber.

    3- Mayara, posso te ajudar sim. O blog traz tudo isso em relação à bursite trocantérica, exceto o tratamento na água. Me mande um email para manuelabelo@yahoo.com.br que te dou umas dicas. Boa sorte!!

    Manuela Belo Franco

    ResponderExcluir
  63. Oi Manuela,
    Gostaria da sua ajuda!
    Eu fui diagnosticada com tendinite no quadril devido à minha pratica de corrida e dança do ventre. Comecei fazendo 10 sessoes de fisioterapia (laser + ultrassom + alongamento + TENS com gelo, nessa ordem). Em seguida, as sessoes de fisioterapia modificaram para: ondas curtas + laser+ alongamento + TENS sem gelo, nessa ordem. As dores diminuíram após 12 sessoes de fisioterapia, quase nao sentia mais dor. Entretanto, neste sábado eu fui a uma festa e fiquei aproximadamente umas 3 horas em pé e no dia seguinte voltou a doer demais. Isso é normal? Será que o tratamento está correto? Não seriam necessários exercicios em vez de alongamento? Quanto tempo demora para eu me recuperar dessa tendinite?
    Muito obrigada pela ajuda!
    Carolina.

    ResponderExcluir
  64. MANUELA BELO FRANCO26 de julho de 2011 04:29

    Olá Carolina,
    Cada fisioterapeuta tem uma conduta. Seu tratamento estava bom e se vc melhorou isso é um ótimo sinal.
    É comum essa dor após a festa, afinal sua articulação foi submetida a um estresse.
    Os exercícios de fortalecimento devem ser iniciados quando a dor cessar e para prevenir recidivas.
    O tempo de recuperação é muito individual.
    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  65. Manuela, muito obrigada pela resposta!! Agora estou mais confiante que vou melhorar!!
    Muito obrigada,
    Carolina.

    ResponderExcluir
  66. ola Manuela ,sou lutador de jiu jitsu e ando sentindo dor no gluteo e regiao do trocanter maior tenho muito boa flexibilidade e exixtem areas que sao doloridas quando toco engraçado porque quando estava treinando nao sentia nada e depois de parar por algumas semanas é que apareceu isso o que poderia ser ?boa tarde

    ResponderExcluir
  67. MANUELA BELO FRANCO2 de agosto de 2011 18:04

    Olá,
    Pelo seu relato, há chances de ser uma tendinite ou uma bursite. No entanto, somente uma avaliação médica pode diagnosticar o real problema e a musculatura/estruturas envolvidas. Boa sorte!

    ResponderExcluir
  68. OI MANUELA

    HA OITO MESES ATRAS, SOFRI UMA LESAO NA PATELA ESQUERDA, E COMO FIQUI UM TEMPO COM APERNA ENGESSADA, MINHA PERNA ACABOU ATROFIANADO, COM INUMERAS SESSOES DE FISITERAPIA, RECUPERI OS MOVIEMNTOS DO JEOLHO CERCA DE 80%, MAS MINHA PERNA AINDA NÃO ESTICA TODA. AINDA FAÇO OS EXERCICIOS QUE APRENDI NA FIOSTERAPIA EM CASA, MAS NÃO TENHO CONSEGUIDO GANHAR A MASSA MUSCULAR NECESSÁRIA PARA FIRMAR MEU JOELHO. RESULTADO DISSO, GANHEI UMA DOR INSUPORTAVEL NO QUADRIL, PRINCIPALMENTE, PQ TRABALHO SENTADA O DIA INTEIRO. ESSA DOR NO QUARIL É DEVIDO A COMPENSAÇÃO DOS MOVIMENTOS? O QUE FAZER?

    ADOREI O BLOG E A SUA INCIATIVA.

    ABRAÇOS.

    ResponderExcluir
  69. ola boa tarde,

    Fui diagnosticada com bursite trocanterica em Dezembro de 2010 mas as dores começaram em Junho de 2009. Desde o diagnostico no ortopedista, já fiz 2 infiltações, uma em Fevereiro e outra e Maio, mas sem sucesso. Estou com receio de fazer mais infiltrações e as dores continuam igual. O que me aconselha a fazer? Procurar que especialista?

    obrigada. Cumprimentos

    ResponderExcluir
  70. MANUELA BELO FRANCO12 de agosto de 2011 11:26

    Olá,
    A primeira opção para o tratamento da bursite trocantérica é eliminar os fatores causais. Tem-se que fazer uma busca minuciosa por esses fatores ( profissão, atividades físicas, hábitos, desequilibrios musculares). Inicia-se com fisioterapia + anti-inflamatórios. Não melhorando tenta-se infiltração e por último cirurgia.
    Sugiro que procures um especialista em quadril.
    Boa sorte!!

    ResponderExcluir
  71. Olá Manuela!...o seu blog é bem explicativo e acaba por sanar algumas duvidas..porém estou com diagnostico de bursite peritrocanterica de quadril D, tenho duvidas em relação a quanto tempo leva o tratamento estou a base de analgesia e fisio o medico quer realizar infiltrações, estou afastada a oito dias sera que tenho que ficar mais tempo...a fisio e a analgesia sao momentaneos e nao faço nenhum esforço fisico...meu trabalho requer força, longos periodos em pe...estou um pouco desanimada...agora começa doer no quadril esquerdo devido a fazer força deste lado, sera que pode acometer o lado esquerdo tb...grata

    ResponderExcluir
  72. Olá,
    Muito obrigada pelo elogio.
    A primeira fase é mesmo de analgesia. A fisioterapia à princípio é momentânea, até que a causa seja eliminada.
    É difícil falar em tempo porque cada pessoa reage de uma maneira ao tratamento.
    Não desanime e procure identificar se há algum esforço excessivo e tente minimizá-lo.
    Se vc ficar sobrecarregando o outro quadril pode sim vir a desenvolver bursite.
    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  73. o que siguinifica não se indentifica liquido em bursas

    ResponderExcluir
  74. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  75. Olá Manuela!...no dia 12.08 postei um comentário meu nome é Ana...é realmente vc estava correta eu acabei adquirindo uma bursite tb no quadril esquerdo...estou na oitava sessão de fisio comecei fazer exercicios alem do tens e micro ondas sempre no dia seguinte doi muito os quadris é normal no começo...o que vc acha de acunpuntura...vou inicia-la na proxima semana a analgesia continua porém percebi que com o tylex o tempo sem dor está diminuindo...e é muito provavel que eu fique afastada pelo inss, o que diz sua experiencia...geralmente os medicos pedem qto tempo de afastamento...o medico disse que não posso andar por muito tempo, repouso máximo,sem exercicios...a hidroginática é indicada em que fase do tto...
    Obrigada pela sua atenção...é gratificante profissionais como vc que sempre responde nossas perguntas e dúvidas com coerencia...
    Abraços...grata!!!

    ResponderExcluir
  76. Olá
    Significa que você não possui processo inflamatório na bursa examinada e, consequentemente, bursite!

    ResponderExcluir
  77. Olá Ana!!
    Muito obrigada por suas palavras!! Fiquei muito feliz!
    Cada fisioterapeuta tem uma conduta e eu respeito isso, apesar de não gostar de usar microondas neste caso. Prefiro gelo. E o TENS tb é relativo. Os mesmos não tratam a causa. Pelo que vc me relatou. sendo uma bursite grande eu preferiria continuar na analgesia (gelo ou TENS+ gelo)+ repouso das atividades que forçam o quadril +exercícios SUAVES de alongamento no limite da sua dor.
    Acho a hidroterapia excepcional nesta fase. Se vc puder, procure um local e faça somente ela!
    Quanto à acupuntura não conheço muito bem os resultados e indicações.
    Não acho que vc tenha que sentir dor no dia seguinte pois a fisioterapia é para acabar com a dor!
    E em relação ao tempo de afastamento não há como prever. Isso depende de cada caso e de cada médico.
    Boa sorte!!

    ResponderExcluir
  78. obrigada pela dicas.Vc e mt bacana.

    ResponderExcluir
  79. Olá Manuela,

    Parabéns pelo blog, você usa uma linguagem acessível e sempre responde às dúvidas das pessoas, por isso resolvi escrever.

    Minha mãe está se queixando de uma dor na perna e uns "beliscões" no quadril. Pediu pra eu marcar um ortopdedista pra ela.

    Acredito que essa dor deve ser muito grande, pois ela não é de ir ao médico por qq dorzinha.

    Minha dúvida é: pelos sintomas dela, poderia ser uma bursite trocantérica ou você acha que pode existir alguma compressão?

    Desde já agradeço a sua ajuda.

    Luciana.

    ResponderExcluir
  80. Olá Luciana,
    A dor da sua mãe é onde extamente. Na perna mesmo ou coxa??
    Pelos sintomas fica muito vago. Se preferir pode dar mais detalhes no meu email manuelabelo@yahoo.com.br que terei prazer em ajudar.

    ResponderExcluir
  81. Oi Manuela,

    Ela refere dor na perna, mas se queixa de dor no quadril tb. Reclama de um inchaço atrás do joelho esquerdo e dor no mesmo joelho. Não sei se ajuda, mas ela tem cisto de Baker nos dois joelhos. Será que a dor e o inchaço atrás do joelho não podem ser disso?

    Quanto ao restante, realmente não sei o que pensar. Gostaria muito de sua opinião.

    Grata,

    Luciana.

    ResponderExcluir
  82. Oi Manuela, há 6 meses atrás, comecei a estudar deitado e de lado com o caderno na cama e depois começou a gerar uma dor na lateral do quadril q me incomoda na hora de dormir no lado esquerdo, não levei a sério, só q piorou e começou ter pequenas dores na cocha (fracas pontadas e dores) e na pantorrilha e fica "tremendo" ou "fomigando" bem forte perto do calcanha, vou procurar um médico (ortopedista ou vascular?), o que vc acha q pode ser? Fico Feliz por um retorno...

    ResponderExcluir
  83. Luciana,
    Você recebeu a resposta por email?

    ResponderExcluir
  84. Olá,
    Pelo que vc relatou convém procurar um ortopedista.
    Pode ser sim uma bursite pela compressão no trocanter maior. Quanto a ficar "tremendo" pode ser fadiga muscular(por ficar muito tempo na mesm posição). Ou mesmo uma compressão nervosa (pelo formigamento).
    Somente uma anamnese do seu médico pode dar o diagnóstico correto.
    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  85. matheus vasconcelos29 de outubro de 2011 03:50

    Manuela minha mae ele e um pouco acima do peso, indicado pelos medicos, ela sente dores fortes na regiao esquerda do quadril eu acho q se localiza perto da cbeça do femur, voçe sabe o que ela pode fazer para melhorar essas dores ?? Obrigado

    ResponderExcluir
  86. Olá Manuela !

    Então venho atra-vez desda para pedir uma informação , A alguns messes venho sofrendo de dores no quadril já fiz vários exames e só agora em uma ultrassom deu bursite de quadril ,
    o medico passou pra fazer fisioterapia e acupuntura mas infelizmente não esta adiantando muito já tomei vários remédios e nada . o que devo fazer qual medico tenho que passar para que ele possa resolver o meu problema , não aguento mas tanta dor .
    Me ajude por favor .
    Desde já te agradeço . Deus abençoe .
    Daiana SP

    ResponderExcluir
  87. Olá Matheus,
    A primeira coisa é saber a causa da dor, para assim poder tratá-la. Há tratamentos diferentes para as mais variadas causas de dor.

    ResponderExcluir
  88. Olá Daiana,
    Tem-se que investigar a causa dessa bursite ( conpressão, trauma, atividades repetitivas, diferença entre membros pu atá a forma de caminhar).
    Sugiro que procures um ortopedista, de preferência um especialista em quadril.
    Se vc fizer exercícios físicos, tente dar uma parada, evite dormir de lado e usar salto.
    O objetivo primário da fisioterapia é o alíviod a dor, para posterior promoção do equilibrio muscular. Muitas vezes essa dor é causada por desequilíbrio muscular.
    Estou disponível para mais esclarecimentos.

    ResponderExcluir
  89. Manuela
    Obrigado pela sua orientação .
    Vou tentar outro medico para ver se consigo
    um resultado melhor .
    Deus te abençoe .
    Abraço
    Daiana SP

    ResponderExcluir
  90. Olá Manuela!!!...
    Meu nome é Ana e já postei outros comentários...estou afastada do trabalho há 3 meses, estou fazendo fisioterapia e acupuntura e essa está sendo ótima para bursite no quadril...porém venho sentindo muitas dores como no inicio dos sintomas, é normal sentir dores após tto de 3 meses...e gostaria de saber se uma bursite de quadril pode evoluir para necrose do colo femural...
    Grata pela atenção, abraços!!!...

    ResponderExcluir
  91. Ola Manuela!
    Meu nome é Marcio
    Corro de 3 a 4 vezes por semana e não ser as dores normais pós treino, não há problemas. Entretanto, ao treinar para uma corrida cross, acrescentei ladeiras no circuito. Depois de um destes treinos, dois dias depois, comecei a sentir uma dor lombar que passou em dois dias, outra dor apareceu na região anterior da coxa, alta e que se manifesta principalmente quando estou sentado e levanto a perna. Não doi quando traciono a perna, só quando levanto a perna. Deitado, as vezes doi como se fose uma caimbra, só que sem contrações. Andando não doi. O mais interessante de tuydo, é que, quando começo a correr, doi um pouco e chego a mancar, mas quando aqueço (depois de uns 10 minutos) a dor passa. Cheguei a correr 10 Km sem sentir nada. Na noite subsequente doeu um pouco. Estou tomando nimesulida 100 uma vez ao dia e está melhorando. O que vc acha? è uma bursite ou um problema muscular?

    ResponderExcluir
  92. Olá Márcio,
    Avaliando somente o que vc relatou, não creio que seja bursite trocantérica ou em outra bursa.
    Certamente é um problema muscular pelo aumento de carga e repeticão de movimento. Uma tendinite, talvez!! Só a avaliacão médica pode diagnosticar.
    Esse remédio foi prescrito pelo médico??

    ResponderExcluir
  93. Olá Ana Lúcia,
    Não entendi o comentário. Vc falou que a acupuntura está sendo ótima mas continuas a sentir a mesma dor que referia há 3 meses!?
    Não há relação entre bursite do quadril e necrose do colo femural.

    ResponderExcluir
  94. Manuela, caramba, parabéns por ser tão atenciosa com o pessoal aqui, realmente só lendo o que você já respondeu eu tirei minhas dúvidas. Mas vou contar o que houve comigo:
    Senti uma dor em cima do femur, junto com o quadril, e o médico pediu pra eu fazer um ultrassom e um raio-x, no ultrassom que fiz hoje o médico falou que suspeitava de bursite ou tendinite, mas após o exame ele falou que estava tudo normal. Chegando em casa fui ler sobre bursite e me identifiquei muito com os sintomas, mas aqui eu li que apaupando já sente a dor, e eu não tenho esse sintoma principal. Agora vou esperar o raio-x e torcer...

    Brigado por responder as perguntas!

    Pedro!

    ResponderExcluir
  95. Olá Pedro,
    Muito obrigada por suas palavras.
    Volte por aqui sempre que precisar!!

    ResponderExcluir
  96. cleidecap@oi.com.br8 de novembro de 2011 15:12

    estou com mta dor no quadril d.adoro fazer musculação pois tenho um criança especial e o unico momento que tenho pramim é quando estou na academia gostaria mto de saber exercicios que eu poderia fazer e que nao traumatizasse a regiao do quadril mas que me desse massa muscular adorei suas sujestôes por isso me sinto a vontade pra te falar o que tenho sentido essa dor esta me deprimindo ja fiz ressonancias ja sei o que tenho mas ultimamente a dor esta muito intenssa agradeço se tiver uma sujestão obrigada

    ResponderExcluir
  97. Olá Manuela,
    Parabéns por sua iniciativa de querer esclarecer problemas que atingem muitas pessoas. Aproveitando esta oportunidade soicito indicar qual o tratamento mais adequado para bursite isquiática. Sinto dores bem desagradáveis quando estou sentado e tenho dificuldade para andar de bicicleta. No entanto, posso fazer outras atividades como: correr, fazer trilhas e caminhar e não sinto nada. Antecipadamente agradeço qualquer informação que venha contribuir para um tratamento.

    ResponderExcluir
  98. O tratamento da bursite isquiática consiste em analgesia, mudança comportamental (procurar a causa) e prevenção de novos quadros.
    Essa dor sentada e andando de bicicleta ocorre pelo tensionamento que a própria postura sentada causa. Procure não ficar muito tempo nesta posição, e se for necessário permanecer sentada (trabalhando, por exemplo), levante-se periodicamente, dê uma caminhada, mexa os tornozelos...
    Tem-se que investogar a causa da dor para focar o tratamento na musculatura correta.

    ResponderExcluir
  99. Olá estou em tratamento par a bursite trocantérica a 1 ano e não obtive resultados com nenhum tratamento medicamentoso, fiz tratamento por ondas de choques TOC, e e recentemente fiz ressoncia magnetica q apontou um estiramento do ligamento redondo .Meu medico sugerio uma artroscopia para recção do ligamento pois , concluiram que o estiramento está provocando deslocamento do fêmur que por ventura está comprimindo a bursa;
    .O que você acha??Essa artroscopia seria necessária, ou mais um método de exploração da causa da bursite?

    Atenciosamente,

    MANUELA FERREIRA

    ResponderExcluir
  100. MINHA AMIGA DOUTORA SITO ESTA DOR ...ELA E (TERIVEL) MAS PASSEI A OLHAR O QUE ME CAUSA ISTO E A MINHA ALIMENTAÇAO O ALGUMA BEBIDA ....POIS JA TOMEI VARIOS REMEDIOS ANTI INFLAMATORIO ...E TEM UM ATE QUE FAZ DOER MAIS QUE E O DICLOFENATO DE SODIO .....ESTE PARA MIN EU VENENO ... POIS DE TANTO TEMPO PROCURANDO UMA RESPOSTA PARA MINHA DOR ACHO QUE JA SEI O QUE CAUSA ELA ....E A CERVEJA ....POIS QUANDO FICO 1 MES SEM TOMAR NEN UM COPO EU MELHORO DEMAIS MAS SEU TOMAR A MINHA DOR VOLTA COM TUDO SO DEUS SABE .......SAMUELH7@OI.COM.BR

    ResponderExcluir
  101. Vc tomava bebiba alcóolica junto com o anti-inflamatório??
    A bursite tem causa multifatorial.

    ResponderExcluir
  102. Olá Cleide,
    Muitas vezes, os sintomas físicos são exacerbados ou até resultado do estado emocional. Procure fazer uma atividade prazerosa e que ao mesmo tempo não traumatize o seu quadril ( Que tal uma hidroginástica ou natacão). Há vários exercícios para o quadril, mas primeiramente tem-se que saber a causa da dor ( artrose, tendinite, bursite).
    Estou à disposição para mais esclarecimentos.
    O que deu na Ressonância?? Se preferir pode mandar para manuelabelo@yahoo.com.br
    Bos sorte!

    ResponderExcluir
  103. Olá Manuela Ferreira,
    A bursite tem inúmeras causas e uma delas é a mencionada por vc. O tratamento da bursite consiste em eliminar o fator causador, seja por meios físicos(fisioterapia), medicamentoso ou quando ambos falham tem-se a opção do tratamento cirúrgico.
    Bos sorte!

    ResponderExcluir
  104. oi Manuela, tudo bom?
    me explica melhor o que é esse efeito multifatorial por causa do uso de antinflamatorio com bebida alcoolica, pode ser?

    abracøs

    ResponderExcluir
  105. Olá Tatiana, o que quis explicar é que há múltiplos fatores para a bursite. Muitas vezes é um conjunto de causas.
    Muitos médicamentos perdem o seu efeito com o uso de bebiba alcóolica.

    ResponderExcluir
  106. Oi Manuela,

    Infelizmente, não recebi seu e-mail. De qq forma, minha mãe foi ao ortopedista. O diagnóstico foi artrose na coluna lombar e joelhos. Fez 10 sessões de fisioterapia e agora começou o pilates. Já não reclama mais de dor.

    Quero agradecer sua atenção e presteza nas respostas.

    Fica com Deus,

    Luciana.

    ResponderExcluir
  107. Oi Manuela,tenho tendinopatia no gluteo minimo e bursite,fiz fisioterapia,não resolveu,hoje fiz uma infiltração,gostaria de saber quando posso retornar as aulas de jump e musculação?
    Obrigada

    ResponderExcluir
  108. Nelda Guedelha disse:
    Olá Manuela
    Há mais ou menos três anos venho sofrendo de dores na lombar irradiando para a minha perna esquerda, doi muito meu gluteo e posterior da coxa e desce até a panturrilha, as vezes doi até em baixo do pé, as dores aumentam quando fico em repouso, ou sentada ou deitada, fiz uma ressonancia da lombar e do quadril esquerdo e a conclusão foi: Na lombar - escoliose lombar sinistro-convexa, acentuação da lordose lombar, fissura no angulo fibroso do disco intervertebral de L5-S1, protusão discal posterior central do disco intervertebral de T12-L1, migrando superiormente, obliterando a gordura epidural e comprimindo a face do saco dural. No quadril esquerdo - Distensão líquida da bursa trocanteriana, tendinopatia/tendinose com peritendinite associada na inserção do tendão glúteo médio. Sofro muito com dores, já fiz tratamento com antiflamatórios, injeções de corticóides, fisioterapias e só dá uma melhora, mas depois as dores vem mais fortes. Vc poderia me ajudar? O que devo fazer?
    Grata pela atenção.
    Nelda

    ResponderExcluir
  109. Olá Nelda,
    Avaliar tendo como base somente resultado de exames é muito complicado, visto que uma avaliação deve ser feita inicialmente com uma anamneses e um exame físico.
    Pelo exposto, essa dor irradiada provém da protusão discal e associado a isso há um processo inflamatório/degenerativo no quadril.
    O tratamento consiste em mudança comportamental + fisioterapia + tratamento medicamentoso.
    Se não houver mudança no estilo de vida, tudo volta!!
    Qual a sua idade?
    Qual a sua profissão? Pratica ativ física??
    O que vc fez na fisioterapia??
    Aguardo

    ResponderExcluir
  110. Resposta à pergunta feita em 22 de novembro de 2011 07:13.
    Não há como falar em datas. De nada adianta fazer infiltração e voltar logo às atividades. Tem- se que fazer um processo preventivo de novas lesões.
    A infiltração cessa a dor e processo inflamatório. Mas se contuares a agredir a musculatura, o problema persistirá.
    Vc tem que abolir o que causou a tendinopatia!

    ResponderExcluir
  111. Olá Luciana,
    Fico muito feliz por sua mãe.

    ResponderExcluir
  112. Boa noite Manuela, sou atleta de artes marciais e sempre preciso estar alongando a virilha trabalhando a abertura, porém quando executo este tipo de alongamento sinto uma dor aguda na parte lateral do quadril, em ambos os lados. Sei que estou fazendo errado mas suporto a dor e continuo o alongamento, forçando ainda mais a abertura lateral para conseguir chutes altos, mas ultimamente tenho ficado preocupado, pois quanto mais eu forço a abertura, no dia seguinte menos abertura eu tenho devido a dor.. outro detalhe é que a dor não é constante, ou seja, só acontece quando eu alongo, ao momento que eu saio da posição de alongamento a dor ja vai embora... já pesquisei na internet casos pareciso mas nunca achei nada.
    Você poderia me ajudar de alguma forma ou me explicar se conhece este caso??
    Agradeço

    ResponderExcluir
  113. Bom dia....Estou com uma dor constante no quadril e corre para a perna,minha perna falha,e doi quando estou deitada sentada,parada.....Já tomei uma caixa de celebra e não passou. Medico do p.a falou que é bursite. e me deu uma ultassom para fazer...será que é isso mesmo?
    Obrigada Att,Carolina

    ResponderExcluir
  114. Oi Manoela,
    gostei muito do seu artigo. O meu caso é o seguinte: tenho bursite de quadril (apontada por uma ressonancia), há pelo menos três anos. Já fiz infitração, injeção de corticóide, fisioterapia com uso de ultrassom, antiinflamatório, gelo, alongamento e nada resolveu de fato. Agora descobri que o membro inferior direito é 1,5 cm mais curto que o esquerdo, e comecei a usar uma palminha para equilibrar o comprimento e tenho tb um pouco de escoliose. Já não sei mais o que fazer, queria muito resolver de uma vez por todas essa bursite. Pode ser o caso de cirugia?

    ResponderExcluir
  115. Oi Manoela,estou com o meu quadril esquerdo inchado,não levei pancada,não posso ficar muito tempo em pé que dói mais ainda.jafaz alguns meses que venho sentindo queimação e dor profunda na nadega esquerda,tem dia que não sinto nada,mas tem dia que sinto,já fui em ortopedistas,já f izdois RX mas não mostra muita coisa,o medico me pediu ressonancia magnetica que ainda não fiz por que é muito caro,se poder me indicar outro exame fico grata.

    ResponderExcluir
  116. Oi Manuela, ando sentindo muitas dores na região da Virilha, fui a uma reumatologista e ela me mandou fazer um raio X, acabei de pegar o resultado.
    Projeção do fundo acetabular medialmente à linha ilioisquiática, bilateralmente, indicando coxa profunda/protusa.... O que isso significa.
    Grata desde já.

    ResponderExcluir
  117. Erik, pela sua descrição não consigo pensar em nada. O alongamento não deve doer. Pode causar um leve desconforto muscular, mas não dor. Não creio que essa dor seja muscular. Te aconselho a procurar um ortopedista para dar uma olhada no seu quadril.

    ResponderExcluir
  118. Resposta para pergunta Anônima (9 de dezembro de 2011 07:13)
    Deve ser sim. o ultrassom que ele passou foi o exame ou a fisioterapia??

    ResponderExcluir
  119. Olá Aline Isabel Führ ,
    É bem provável que sua bursite tenha sido causada pela diferença de membros. Com o uso da palmilha + exercícios vc deve melhorar sim pois estará tirando o agente causador da mesma. Tente!!
    A cirurgia deve ser indicada quando TODOS os métodos de tratamento conservador falham.

    ResponderExcluir
  120. Resposta para Anônimo (11 de dezembro de 2011 20:10)
    A ressonância é, sem dúvida, o melhor exame para tal finalidade.

    ResponderExcluir
  121. Olá Vania,
    O termo em questão refere-se a uma situação onde o acetábulo(região do quadril) é mais profundo que o usual. É uma condição que causa maior impacto e predispoe a artrose.

    ResponderExcluir
  122. Olá Manuela! Obrigada pela sua atenção....mais porque iss causa tanta dor...não cosigo levantar a perna nem 5cm.....qual o especialista que tenho que procurar.

    ResponderExcluir
  123. Olá Vânia, a dor é pelo atrito/impacto. Procure um ortopedista com especialização em quadril. Se morar em BH posso te dar alguns nomes.

    ResponderExcluir
  124. Muito obrigada Manuela, farei isso sim, e darei notícias de tempos em tempos.
    Abraço

    ResponderExcluir
  125. Olá Manuela! Minha irmã fez um movimento busco e depois disso notamos que ela ficou com o quadril deslocado , parece que esta torta. O pode ter acontecido? Gradeço e muito obrigada.

    ResponderExcluir
  126. Lessandra,
    Que foi o moviemento? Ela esta andando? Tem dor?

    ResponderExcluir
  127. Oi Manuela! Ela levantou uma caixa. E esta andando sim, dependendo do movimento senti dor , só que não quer ir ao médico nem por decreto.

    ResponderExcluir
  128. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  129. Manuela,

    Li todos os posts, muito enriquecedor.
    Depois de aumentar treinos de corrida (treinos intervalados) comecei a sentir dor no glúteo. Agravou-se numa partida de futebol e já faz 1 ano que estou na luta contra a Bursite trocanterica /tendinite diagnosticadas. Faço tratamnento de ondas de choque e ultra som.

    Acupuntura e gêlo ajudam? Não tem remédio para acelerar a cura?

    obrigado

    ResponderExcluir
  130. Olá Marcello,
    Vc fez um período de repouso relativo ou continuou a fazer todas as stividades??
    Nào conheço os resultados da acupuntura em bursite trocantérica. Quanto ao gelo, gosto de usar na fase aguda.
    Para curá-la temos que tirar o que causou!!
    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  131. Olá Dra. luto MMA e ultimamente senti umas dores no quadril direito, descobri que era uma dor muscular, fiz 8 sessões de fisioterapia e me curei da dor, recentemente comecei a sentir a mesma dor novamente. Parei de treinar chutes e a dor aliviou com muito gelo, Diclofenaco e Relaxante muscular, agora a dor passou para o lado esquerdo, n sei o motivo, a dor esta mediana, mas está começando a me encomodar, a senhora poderia me dar uma sujestão, ou falar o que está acontecendo? pois moro em uma cidade do interior do tocantins e não tem muitos especialistas nesse assunto.

    Sérgio Filho

    ResponderExcluir
  132. Olá Sérgio Filho,
    Pelo relatado, a dor tem como causa a atividade realizada(chuetes repetitivos). Com a fisioterapia + gelo + medicamentos melhorou, no entatndo vc não poderá viver tomando medicamentos.
    O que vc tem que fazer é um trabalho preventivo e de fortaleciamento da musculatura que vc usa nos treinos.
    Antes de começar a treinar, capriche nos alongamentos (bem feitos) e aquecimento. E conserse com um educador físico para trabalhar o fortalicimento da musculatura dos membros inferiores.
    A dor na outra perne deve ser, certamente, porque vc acabou poupando a perna que estava doendo e sobrecarregou a sadia.
    Espero tê-lo ajudado.

    ResponderExcluir
  133. Olá Manoela, td bem?
    Faço musculação 3x por semana e 2x pilates...no dia 06.01 no Pilates fiz o movimento de "sereia" no reformer como minha instrutora pediu, mas qdo voltei para a posição normal, senti uma dor no meu quadril esquerdo...ela passou alongto e fiquei bem; porem hj em dia tenho sentido com frequencia. Procurando sobre dor de quadril achei seu blog...será q estou com bursite devido esse exercício, ou ela já estava instalada? O q posso fazer?

    ResponderExcluir
  134. Olá
    Tudo bem.
    Pode ser que vc já tenha algo no quadril, não necessariamente uma bursite. Pode ser outro processo.
    Mas com certeza o movimento relatado não causou isso.
    Sugiro que vc procure um especialista em quadril para que possa fazer o diagnóstico. Uma dor no quadril pode ser muitas coisas, não apenas bursite.
    Te aconselho também que evite traumas repetitivos no quadril nessa fase mais aguda e até cessarem os sintomas. Em seguida seria prudente que desse uma atenção especial a essa articulação para prevenir novos episódios.
    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  135. Olá manuela!!
    Por dois anos sinto dor no quadril,logo no inicio foi diagnosticado Bursite trocantérica. fiz vários exames o RX acusou calcificação ossea.além de ressonância...(todos).. a fisioterapia só consegui fazer 1(um)dia,fiz na sexta e passei o fim de semana de cama,voltei ao ortopedista que conciliou o tratamento junto com o reumatologista,não fiz aplicação,nao consigo.entao ele pediu para fazer uma alternativa com Hidroterapia, sem sucesso, não aguento mais sentir essa dor,estou com a marcha claudicante,doi muito,pode me ajudar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Simone e Aline,
      Como sempre falo, o tratamento da bursite deve ser multifatorial. Envolve: mudança de hábitos, medicação e fisioterapia.
      Evitar dormir de lado
      Evitar usar salto
      Observar as posições que mais causam dor e tentar evitá-las
      Evitar atividades físicas de impacto na fase aguda
      Fisioterapia (analgesia, alongamentos suaves e posteriormente fortaleciamento).
      Procurem um profissional especializado porque isso é algo que tem cura!

      Excluir
  136. ESTOU COM O MESMO QUE A SIMONE SO QUE A 5 ANOS QUE ESTOU SOFRENDO COM DORES NO QUADRIL E NA PERNA ESQUERDA NAO CONSIGO FIRMA A PERNA NAO SEI MAIS O QUE FAZER ME AJUDE POR FAVOR

    ResponderExcluir
  137. Olá Manuela !
    Trabalho como Téc. de Enf., tenho 41a, no dia 08/01/12 tive uma dor forte no quadril é foi diagnosticado Bursite Trocantérica E, já tenho um quadro de hérnia discal: L-4, L5, L5 S1, quanto a bursite fiz tratamento medicamentoso e fisioterapia, continuo com muita dor não sinto melhora, o que vc me aconselha.
    Obrigado pela atenção dispensada !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olã Lucyanno,
      Como sempre falo, o tratamento da bursite deve ser multifatorial. Envolve: mudança de hábitos, medicação e fisioterapia.
      Evitar dormir de lado
      Observe as atividades que mais causam dor e tente evitá-las
      Evitar atividades físicas de impacto na fase aguda
      Fisioterapia (analgesia, alongamentos suaves e posteriormente fortaleciamento.
      OBS: Muitas vezes o paciente continua a realizar as atividades que estressam a região. Por isso não há melhora.

      Excluir
  138. OLÁ MANUELA,
    HÁ APROXIMADAMENTE 6 ANOS VENHO SOFRENDO DORES NA LATERAL DO QUADRIL ESQUERDO E AO CAMINHAR SINTO "AGULHADAS" NA REGIÃO DA NÁDEGA. REALIZEI VÁRIOS EXAMES (RAIO X, RM, TOMOGRAFIA, CINTILOGRAFIA ÓSSEA, ULTRASSOM ETC). EM UMA DAS RM'S QUE REALIZEI, FOI DETECTADO UMA LESÃO LABRAL. fUI SUBMETIDO A DUAS ARTROSCOPIAS E UM BLOQUEIO DIRETO NAS RAÍZES NERVOSAS, ENTRETANTO A DOR CONTINUA. EM OUTRA RM APARECE UMA BURSITE TROCANTÉRICA. DURANTE TODO O PERÍODO EM QUE VENHO SENTINDO DOR, JÁ UTILIZEI DIVERSOS MEDICAMENTOS (ANTIINFLAMAORIOS, GABAPENTINA, ANTIDEPRESSIVOS) E FIZ MUITA FISIOTERAPIA, MAS NADA ACABA COM A DOR. O QUE POSSO FAZER PARA MELHORAR ESSE QUADRO? OBRIGADO POR SUA ATENÇÃO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leonardo,
      Se a dor for somente relativa à bursite vc tem que observar o que estressa a articulação.
      O tratamento é medicamentoso + fisioterapia(exercícios)+ mudança de hábitos.
      Vc tem que observar se nao está fazendo movimentos compensatórios ou sobrecarregando a articulação.
      Só resolve se tirarmos a causa e temos que saber qual a causa.

      Excluir
  139. Olá Manoela, começei com uma dor no quadril esquerdo na ponta do osso perto da virilha também, se ando muito doi se fico muito tempo em pé tenho um cansaço no quadril, e só melhora quando faço repouso. Fui em um especialista em quadril e ele passou um ultrassom e depois uma ressonância magnética. Vou te passar o laudo: CONCLUSÃO: Artropátia degenerativa do quadril, com importante condropatia,principalmente na porção pósteo-inferior e na zona de carga de articulação,com edema ósseo suncondral nas áreas correspondentes. *Degeneração labral, com pequena rotura da porção pótero -inferior. *Degeneração do ligamento redondo. *Tendiopátia dos gluteos médio e minimo, associada a moderada bursite trocantérica . Sinais de impacto isquio-femoral *Discreta tendiopatia da origem dos ísquio-tibiais. Quero saber o que é tudo isso em poucas palavras. Tomo remédio para dores e já tomei anti-inflamatorio que aliviou por um periodo muito pequeno. Espero respostas muito obrigada.
    abraços
    se

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      O diagnóstico médico é feito baseado no exame físico,anamnese e exames complementares.
      Baseado SOMENTE no resultado do sue exame, você tem uma artrose com degereração labral + um processo inflamatório ( bursite trocantérica e tendinite nos glúteos e isquios tibiais), provocado provavelmente por impacto e sobrecarga.
      Vc faz esporte de impacto??????

      Excluir
  140. Obrigada Manuela pela força!!
    Fui a outro Médico, Este "proibiu" qualquer tipo de atividade física até o término dos exames.vamos ve no que vai dar!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ola simone serra que vc pode me da o nome do seu medico que no momento estou sem o meu se afastou por motivo de saude

      Excluir
  141. ola doutora sou costureira serra que foi esta fucao que acaretou este pobrema no meu quadril?

    ResponderExcluir
  142. olá doutora mim ajude por favor! fiz exercicios fisicos apenas por dois dias ,sendo 20 minuto de exercicios e parei porque senti uma dorzinha chata entre a cocha e o quadril da perna direita.os equipamento que fiz foi.Bicicleta e esteira mais nada, e senti esse incomodo, fique sentido dores quando levantava a perna.tomei torsilax e diminuiu bastante a dor,chego a passar dias sem senti-la mais quando subo qualquer ladeira alta sinto duer um pouco.issso faz 15 dias. por favor mem responda .theu

    ResponderExcluir
  143. Olá Manuela, parabéns pelo seu trabalho. Minha mãe, de 81 anos, levou uma queda em 01.01. O rx e a tomografia não acusaram fratura, porém, ela tem dores terríveis no quadril já há um mês, doi muito quando deita e levanta da cama. A tomo, acusou vários problemas, inclusive achatamento de vertebra. O ortopedista e a reumatolgista passaram muitos remédios fortes e até agora a dor não passou. Não sabemos o que fazer. Será que a dor pode durar tanto tempo? O que mais pode ser feito? A qualidade de vida dela está muito ruim, pois além deste problema (dores) ela sofre de fibrose pulmonar e faz uso de O2 quase 24 horas por dia. Gostaria de uma opinião sua se possível. Há uns três anos ela fez ressonancia e o resultado foi bursite trocandérica. Será por isso que as dores não melhoram?
    Atenciosamente
    Carlos

    ResponderExcluir
  144. Olá Aline Carvalho,
    Nâo creio que haja qualquer ligação!!

    ResponderExcluir
  145. Resposta para: AnônimoFeb 1, 2012 06:14 AM
    Pelo seu relato podem ser muitas coisas e somente um exame médico pode realizar o diagnóstico diferencial.

    ResponderExcluir
  146. Carlos,
    O local que sua mãe sente mais dor é no quadril ou coluna??
    O achatamento que vc referiu é um achado comum em idosos.
    A dor pode durar muito tempo se o tratamento não estiver tratando a causa. A bursite é muito dolorosa, e o fato dela ficar mais em repouso,a idade avançada, a perda de massa muscular piora ainda mais.Aliado ao fato de que ela certamente tem artrose no quadril.
    Me manda um email para manuelabelo@yahoo.com.br com o medicamento que ela está tomando e com mais detalhes que posso sugerir algumas posturas para aliviar o incômodo.

    ResponderExcluir
  147. Oi meu pai tem 72 anos e um tempo atráz ele deu mal jeito na coluna ficou 3 meses fazendo tratamento com o remédio Paco 30 mg. Uns 2 meses depois ele deu burcire na trocantérica. Ele é diabetico e tem pressão alta. Ele tomou novamente o Paco 30g para aliviar as dores da burcite.Ele está melhor mas tem dia que ele ainda sente dores (burcite). Me falaram que a acumputura seria bom mas só pode fazer quando o paciente está com dor. Eu gostaria de saber que tipo de exercício ele pode estar fazendo para ajudar neste problema. Um pilates? Hidroginástica?
    Gostaria de ter uma orientação.

    ResponderExcluir
  148. Olá Dilma,
    Pela idade do seu pai, além da bursite, ele tem, certamente um processo degenerativo(artrose) na artiiculação do quadril. E a dor pode se referir às duas coisas.
    Não trabalho com acupuntura, mas acredito que pode sim ajudar no alívio da dor pois tem efeito analgésico. No entanto, para resolver o problema de uma vez por todas, tem-se que investigar as possíveis causas da inflamação e tratá-las. Às vezes há desequilibrio muscukar, posturas viciosas e hábitos inadequados que causam a mesma. Acho pilates uma ótima opção. E, se possível com aula indivídual.
    Estou disponível para mais esclarecimentos.

    ResponderExcluir
  149. Olá Dilma,
    Pela idade do seu pai, além da bursite, ele tem, certamente, um processo degenerativo(artrose) na articulação do quadril. E a dor pode se referir às duas coisas.
    Não trabalho com acupuntura, mas acredito que pode sim ajudar no alívio da dor pois tem efeito analgésico. No entanto, para resolver o problema de uma vez por todas, tem-se que investigar as possíveis causas da inflamação e tratá-las. Às vezes há desequilibrio muscuLar, posturas viciosas e hábitos inadequados que causam a mesma. Acho pilates uma ótima opção. E, se possível com aula indivídual.
    Estou disponível para mais esclarecimentos.
    Prefiro o pilates ao invés de hidroginástica/hidroterapia pois além dos ganhos já citados, há também o de ganho de massa mineral óssea o que previne osteoporose.

    ResponderExcluir
  150. Boa noite Emuela,
    Agradeço por ter me orientado.Me ajudou muito.
    Como faço para investigar as causas da inflamação?

    ResponderExcluir
  151. olá manuela,a alguns dias a traz escrevir p/vc, sobre ter feitos dois dias de exercicios fisicos e ter ficado com dor no quadril quando levantava a perna, na parte da frente. voce mem respondeu dizendo q poderia ser qualquer coisa,nessa ultima semana não sentir dor nem uma apenas uma canseira que as vezes incomoda mesmo assim procurei um otopedista ontem ele disse que era apenas um ESTIRAMENTO MUSCULAR devido o exercicios fisico e passou pra mi tomar MIOFLEX-A POR QUATRO DIAS SENDO TRES VEZES AO DIA, consigo levantar a perna sem sentir dor nem uma so a canseira que falei e não é direto.gostaria de saber sua opinião sobre o diagnostico do medico, e se ele mim passou o remedio correto, e se vc tem algunha recomendação p mim sobre fisioterapia.

    ResponderExcluir
  152. Olá Dilma,
    Isso deve ser feito com um rígido exame clínico (Anamnese + exame físico). Muitas vezes uma simples mudança faz uma diferença enorme.

    ResponderExcluir
  153. Olá Telma,
    Creio que a dor seja relativa ao exercício (fadiga muscular) e vai diminuindo à medida que a musculatura vá ficando mais condicionada.
    Acredito que essa sensação de "cansaço" melhorará com ou sem a medicação. Mas se seu médico receitou o medicamento foi porque julgou necessário. Não posso nem devo interferir a respeito de um caso que não vi pessoalmente.

    ResponderExcluir
  154. obrigada manu por mim responder,e parabens pelo seu belissimo trabalho. que deus te der discernimento sempre.

    ResponderExcluir
  155. Oi Manuela!
    Sofro com dores na região superior do fêmu, na articulação com o quadril. Isto decorreu por esforço repetitivo durante jornada de trabalho como metalúrgico. Quando ando, sento, ou deito, meu tendão sai do "eixo", parece esmagar sei lá o que, fato que me causa dores. Já foi diagnosticado como hipertrofia do tendão coxo-femural. Na ultima ressonância a 4 meses não diagnosticaram nada. Mas, por conta própia fiz um ultra som e o tendão apareceu lindamente pulando. Já tive também um diagnóstico que o problema só pode ser resolvido por duas vias: desligamento do tendão ou tentar cortes do centro para a extremidade em lados oposto para tentar ver se o tendão estica e para de sair do seu eixo e fim das dores. Na ressonância que fiz, alem do pula-pula, apareceu " DESLOCAMENTO ANTERIOR COM RESSALTO DO TENDÃO DO MÚSCULO TENSOR DA FÁSCIA LATA SOBRE O TRONCANTE MAIOR DO FÊMUR", "LEVE DISTENSÃO LÍQUIDA DA BURSA TROCANTERIANA". Pergunto: Tenho como voltar a jogar um basquete e nunca mais sentir dores???
    Obrigado e parabens pelo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Wladimir,
      Não tenho experiência com esse tipo de caso mas vou me informar e fico te devendo uma resposta o mais breve possível.

      Excluir
  156. Ola Manuela..
    tenho um problema no quadril
    chamado osteófitos marginais (artropatia degenerativa)onde
    causou leve redução do espaço
    articular,afilamentos/erosões dos revestimentos condrais e
    edema medular subcondral.Associa-se discreto derrame articular, e para
    finalizar uma leve bursite trocantérica. Como
    faço para voltar ao normal,se isso tem cirurgia ou
    não,gosto muito de fazer alongamento,mas isso me atrapalhou a
    minha vida inteira, não sei mais o que fazer me ajude. Muito
    Obrigado..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual a sua idade??
      A degeneração articularar é algo que ocorrerá com todas as pessoas (umas sintomáticas, outras não).
      Com ou sem alongamento isso ocorreria. O que se pode fazer a fim de proteger a articulação e diminuir o atrito e consequentemente a dor é o fortalecimento muscular.
      O que vc tem na verdade é o que chamamos de artrose. Os osteófitos marginais e as outras alterações são as características desse processo.
      A bursite não deve ter uma relação direta mas ser resultado de uma compensação.
      Temos que saber como e quando é sua dor, mas à princípio uma atividade de fortalecimento muscular seria ideal. OBS: Se tiver com muita dor aos movimentos, o ideal é tratá-la e em seguida iniciar esse trabalho de força.
      Procure um fisioterapeuta que tenha experiência em quadril!
      Boa sorte!!

      Excluir
  157. Olá Manuela... pesquisei muito e ao ler varios artigos vi muita coerencia no seu blog. Tenho uma dor seguida de uma espécie de atrito, acho que entre os nervos do lado esquerdo do quadril. Fui ao médico e ele me pediu
    o exame de raio x. Os exames não apresentarão nada na região, sendo assim ele me receitou fazer 2 infiltrações para ver se desinflama o local. posso confiar nesse procedimento sem ter um diagnóstico sobre o que tenho através de exame? Desde já agradeço sua atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço o elogio!
      Acho complicado falar sobre outro profissional, principalmente sem ver e conhecer o caso.
      Não posso falar sem ter, no mínimo, o diagnóstico clínico.
      Procure outro profissional, de preferência com especialização em quadril.

      Excluir
  158. Bom dia,hoje pesquisando achei seu site e achei muito interesante,
    Manuela,ha 6 anos atras descobri que tinha hernia de disco na parte inferior fiz alguns tratamentos e tive melhora,logo depois começei com sintomas pareçidos com a hernia ,mas meu medico constatou bursite no quadril muito inflamada,dor na coxa inteira inradiando para o pé,nao consiguia ficar sentada nem deitada nem em pé doia muito fiz 3 infiltraçoes + fisi+antiflamatorios ,fiquei melhor em vista do que tava.mas sempre que quero volta a fazer caminhada sinto dor na coxa resolvi insistir na caminhada e tudo piorou, agora estou com os mesmos sintomas e desesperada,o medico me passou antiflamatorio e fisio,minha duvida nao posso mais me exercita, sera que os problemas andam juntos se misturmam

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      O nosso corpo é uma cadeia muscular totamente interligada. Se há um problema em um local, logo o corpo age de forma a compensar o dano... e acaba por gerar novas compensações.
      Minha sugestão é que você procure uma atividade que vise o global (pilates ou RPG)e que também passe a se autoavaliar a respeito de como realizas as atividades do dia a dia.
      Muitas vezes uma simples mudança de hábitos causa uma enorme diferença.
      Boa sorte!!

      Excluir
  159. ola
    tenho dores no vervo siatico dores na costa e dor na lateral da coxa quando ando parece que os nervos estao remontando estrala ja estou passando por medicos mas nao sei se e o medico certo pois nao esta resolvendo meu problem qual medico seria o ideal para doagnosticar esta dor do quadril lateral da perna que parece que esta moendo tudo
    abrigado
    at mais rone
    meu email ronao1967@hotmail.com

    ResponderExcluir
  160. Olá, manuella, tenho 52 anos e corro a mais 30 anos, futebol, nadação e mais... sempre senti dor ns lombar do lado esquerdo só que de uns anos para cá a dor alem de mais forte esta na virilha, fiquei parado por tempo quando voltei senti a virilha do lado direito, foi a todos os medicos do convenio, exames RX RM tomografia, RM:pequenos osteofitos nostetos acetabulares
    alt.deg. artic.sacroiliacas mais a esquerda, sem erosoes e osteite,sem derrames art. ou sinovite na sacro.
    alteraçoes deg. envolvendo a sinfise pubica caracterizadas pr distensao capsolo-ligamentar.osteofitos marg. com esclerose ossea de ambos componentes.sem derrames nos quadris.nem um medico disse realmente o que tenho que e como tratar.
    Pergunta: sabe onde comprar um quadril novo, brincadeira fisio já fiz para fortalecer o quadril e nada, estou assim a 9 meses sem correr so nado.o que vc me diz. Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua dúvida já foi respondida por email. Recebeu?

      Excluir
  161. Oi, Manuela! Parabéns pelo blog! Achei muito interessante,pois estava procurando saber sobre o assunto.
    Meu nome é Leila e tenho 44 anos. Tem umas 3 semanas que tenho sentido uma dor no quadril esquerdo, e quando aperto dói na cabeça do fêmur e no quadril na parte da frente. Quando estou sentada não sintoi dor, mas ao levantar dói e quando ando chego a mancar. Depopis vai aliviando, mas não passa totalmente. Reparei que a dor tem aumentado aos poucos. Hoje tentei uma consulta com um ortopedista, mas não consegui. Pelo meu plano de saúde, só consegui marcar para o dia 11/04/2012. Estou nmuito preocupada com esta dor. Vc acha que esta dor pode ser bursite?
    Já tenho problema de uma pequena artrose nos dois joelhos e não posso fazer qualquer tipo de exercício físico, fui orientada por uma fisioterapeuta a fazer bicicleta ergométrica sem peso e com velocidade. Estes dias eu não tenho feito bicicleta com medo de piorar as dores no quadril. Será que não teria problema em fazer bicicleta se for bursite? Desde já, quero te agradecer pelo blog.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não faria até o diagnóstico. O exercício mencionado favorece o impacto femoro-acetabular. SOMENTE pelo que vc relatou, não parece ser bursite, mas aguarde seu médico. Boa sorte!

      Excluir
  162. Manuela já fiz 10 sessões de fisioterapia e ainda está estalando isso é normal ??

    ResponderExcluir
  163. doutora eu tenho busite no quadril ja fui no ortopedista e ele ja fez ate uma imfiltraçao na minha coxa ja tomei varios antibioticos e anti-enframatorios mais a dor comtinua ensuportavel,doi dia e noite.sempre durmo na mesma posiçao e é exclusive o lado que eu durmo que doi.oque devo fazer?

    ResponderExcluir
  164. O primeiro conselho é mudar a posição de dormir pois você está traumatizando a região todos os dias. A primeira coisa é tentar achar a causa.

    ResponderExcluir
  165. Oi Manuela. Tenho uma paciente que refere dor bilateral no quadril, ela sofreu um avc e desde então tem a marcha alterada. Minha paciente sente muitas dores no quadril, porem só a noite. A maior parte do dia ela passa sentada ou deitada. Acredito que essas dores se devem a falta de movimento pois como já te disse ela passa a maior parte do dia sentada ou deitada. Pode ser bursite? Obrigado por sua ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tendo em vista somente esses dados não creio que seja bursite. Como ela teve AVC, tem fraqueza muscular, pode ter também um processo degenerativo e a própria inatividade pode causar essa dor. Investigue.

      Excluir
  166. Oi Manuela ,mutio prazer ,eu queria saber eu estou a 1 ano e 6 meses que faço tratamento e não tive resultado nenhum ,fisioterapia antiflamatório infriltações e eu estou querendo voltar ao trabalho e estou com medo por meu trabalho é faxina esse problema se eu voltar a trabalhar pode agravar mais ainda? Você mim aconcelharia a voltar a trabalhar ou continuar tentando o inss?ass: siderléia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Com tanto tempo, você não obteve melhora nenhuma??
      Seu trabalho com certeza inverfere no resultado do tratamento. Tem-se que fazer um trabalho preventivo de equilibrio muscular para vc voltar a trabalhar minimizando a possibilidade de recidivas.
      Se vc realmente tem bursite trocantérica, há cura e não vejo motivo para vc deixar de trabalhar.

      Excluir
  167. queria saber quem tem artrose e exporao nos dois joelhos tem direito a beneficio medico obrigado

    ResponderExcluir
  168. Isso deve ser avaliado por um médico. Há diferentes graus de artrose e por isso, diferentes sintomas e dificuldades.

    ResponderExcluir
  169. Olá ..Boa tarde...
    Tenho dores horríveis na panturilha e parte inferior do joelho onde também os dedos estão formigando tem horas que parece muito quente,sinto uma dor parecendo que há areia dentro do quadril esquerdo.Fui ao médico ele pediu os seguintes exames.Ultra sonografia do joelho,RaioX.
    Exame diz:Presença de pequeno derrame intrarticular detectável na bursa suprapatelar,Observa-se imagem cística anecóica na fossa poplítea que tem comunicação com a cavidade articular,localizada entre a cabeça do gastrocnêmio medial e semimenbranoso compatível com cisto de Baker medindo 2,7cmX0,6cmX0,6cm.
    Vaso da região poplítea de aspecto normal ao modo B.
    O Médico passou por enquanto para tomar Cimelide.
    Tem como diagnosticar alguma coisa mediante esses relatos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um diagnóstico clínico deve ser feito pelo médico e mediante um exame clínico apurado.
      Tendo em vista SOMENTE o exame, parece haver uma bursite/tendinite patelar, além de um cisto na musculatura da panturrilha, o que justificaria sua dor. Não parece haver problema circulatório.
      Vc faz algum esporte ou atividade de impacto??

      Excluir
  170. Tenho 51 anos. Não pratico nenhum esporte;meu trabalho faz com que eu tenha movimento com a perna constatemente,pois trabalho como motorista de caminhão dirigindo dentro da cidade,faço várias vezes o movimento de enbreagem com a perna esquerda é justamente a perna que está doendo.
    Poderá ser esse motivo?

    ResponderExcluir
  171. Manuela, há umas 4 semanas comecei a sentir uma dor na lombar, que pega mais a parte esquerda. No começo, apenas o fato de acordar de manhã e sair da posição de deitado para sentar na cama fazia doer bastante a minha lombar, e também doia para andar. Hoje a doer não está mais tão forte, porém se eu fico sentado na cadeira, e aí levanto apenas a perna esquerda a lombar dói na hora. O que pode ser?

    Obrigado!

    ResponderExcluir
  172. Olá Manuela !
    Adorei seu Blog... gostaria de saber se com bursite após fazer alongamentos para a região lateral da coxa posso evoluir com fortalecimento do músculo tensor da fascia lata ??????
    Obrigado,
    Vanessa

    ResponderExcluir
  173. Olá Manuela. Já faz uns dois meses que tenho acordado todas as noites com uma dor no lado esquerdo do quadril, arde bastante. Quando vou dormir não sinto dor, nem durante o dia, mas acordo com essa dor sempre. Faço massagem e demora muito tempo para passar. Durmo sempre de lado, mas com a perna bem flexionada e até eu sentir essa dor terrível eu deixava o meu gato de seis quilos dormir desse lado que está doendo, em cima do meu quadril. Também estou com uma dor terrível no ombro, que irradia para a axila. Troquei inclusive de colchão, pois o meu realmente estava muito velho, mas ainda assim a dor não melhorou. Além de um ortopedista o que eu faço para aliviar a dor antes de conseguir marcar a consulta?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como você ainda não sabe o que realmente tens sugiro que apenas "proteja"e poupe a articulação e a região.
      1- Dormir de barriga para cima
      2- Evitar esportes e atividades de alto impacto
      3- Evitar o uso de "rasteirinhas". Preferir tênis e sapatos um um salto pequeno (3-4cm)
      Boa sorte!!

      Excluir
    2. Obrigada Manuela pelas dicas. Você realmente é muito atenciosa com todos.

      Excluir
  174. Oi Manuela. Como está? Em primeiro lugar parabéns pela iniciativa e criação deste canal de esclarecimentos...

    Estou com um pequeno problema no quadril, lado direito. Tenho 34 anos, e tem uns 6 meses que comecei a sentir uma dor fraca e estranha, aparentemente muscular. No primeiro dia tomei um DORFLEX e passou, o que me levou a acreditar que fosse mesmo algo muscular. Depois de umas duas semanas a mesma dor (lateral do corpo, altura da articulação do quadril) voltou, e o DORFLEX não resolveu. Essa dor fica 3 ou 4 dias a cada 10 ou 15 dias, e desaparece. Fui ao especialista que disse de primeira que era bursite trocantérica, mas não tenho sintomas típicos do caso como irradiação da dor à virilha, por exemplo. Sinto um pouco de dor logo acima da bacia, em direção às costas. Isso é normal à bursite ou pode estar relacionado a algum outro problema, como artrite? Deitado, por exemplo, não sinto dor, mesmo apoiando o corpo no lado direito. Percebo somente que de vez em quando dá um "tlac" na articulação (tipo estalar os dedos das mãos), mas sem reflexos de dor. Ando normalmente, movimentos e amplitude normais, sem limitações. Sinto uma dor mais intensa quando estou sentado e me levanto, que atinge mais a região de cima da articulação, que vai em direção às costas.

    Agradeço pela oportunidade e tempo desprendido.

    Celso (Curitiba - PR)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Celso, tendo em vista EXCLUSIVAMENTE o que você relatou, não parece que seja bursite.
      Vc faz alguma atividade física? Qual sua profissão? Vc fez algum exame de imagem? O médico o examinou?? Se ele deu esse diagnóstico, foi baseado em achados. Há diversas bursas e cada uma apresenta um sintoma. Tem-se que investigar.
      Será que isso não se refere à uma lesão na lombar?? A dor na bursite pode ser irradiada, mas na maioria das vezes, o paciente descreve um ponto com maior dor ( no trocanter maior, se for bursite trocantérica). Aguardo resposta.

      Excluir
  175. Boa tarde Manuela, tenho 33 anos através de um exame de Ressonância Magnética foi diagnosticado que tenho bursite trocanteriana,por estar com muita dor a mais de 4 semanas o médico pediu a infiltração. Lembrando sinto esta dor há 13 anos e todos os outros médicos me diziam que era Nervo ciático inflamado, agora encontrei um médico que está me ajudando bastante. Sinto muita falta de fazer exercícios físicos, sei que retornarei quando o médico me liberar. Mas gostaria de saber quais exercícios eu poderei fazer. Poderei fazer esteira?Musculação,Bicicleta???
    Desde já agradeço sua atenção!!!


    Gislaine Kamer

    ResponderExcluir
  176. Olá Gislaine,
    Não acho prudente vc fazer nenhum dos exercícios que vc citou pelo menos até o controle da dor. '
    Vc está fazendo fisioterapia?? os exefcícios fisioterapêuticos são importantes para que, cessada a fase de dor, vc possa prevenir recidivas.
    Aos poucos vc poderá voltar à musculação (sempre com supervisão) e futuramente a todas as outras atividades.
    Sugestão de exercícios iniciais: pilates ou hidroginástica.
    Boa sorte!!

    ResponderExcluir