terça-feira, 13 de outubro de 2009

13 de outubro: Dia do fisioterapeuta!


Hoje, dia do fisioterapeuta, enquanto buscava na internet uma definição para FISIOTERAPIA, encontrei desde “Ciência que estuda o movimento humano”, passando por “área da saúde que se responsabiliza principalmente pela prevenção e tratamento das disfunções do movimento humano” e até a definição atual do COFITTO (É uma ciência da Saúde que estuda, previne e trata os distúrbios cinéticos funcionais intercorrentes em órgãos e sistemas do corpo humano, gerados por alterações genéticas, por traumas e por doenças adquiridas). Ao meu ver é muito difícil definí-la. Trata-se de uma profissão relativamente nova e de pouco conhecimento até mesmo pelos profissionais de outras áreas da saúde. Para muitos ainda é a “ciência do estica e puxa”.
Muito me alegra o fato desse panorama estar mudando: A cada dia vejo a população, quaisquer que seja seu nível sócio-cultural, valorizar e entender a real importância do fisioterapeuta; seja cuidando domiciliarmente de um idoso, seja nos hospitais, clínicas, academias, centros esportivos, empresas, ou num espaço que vise a promoção de qualidade de vida.
Fisioterapia não é por si só luxo. Pode até ser!! Mas é um serviço de utilidade pública, um direito de todos.
A dignidade da profissão depende de nós. Não podemos culpar convênios, outros profissionais ou empresas. Se não nos é pago o valor devido pelo nosso atendimento, simplesmente não o façamos!! Não sou contra caridade. Acho até muito importante... mas não confundamos a caridade de se sair voluntariamente da sua casa para ir a uma instituição ou domicílio prestar atendimento gratuito de qualidade com atuação em locais onde não se é valorizado e onde se torna impossível oferecer tratamento adequado. Isso acaba por denegir a profissão pois a visão que os pacientes tem da fisioterapia diante do exposto é que “não funciona”.
Sejamos éticos, honestos e dignos com nós mesmos!!!


Manuela Belo Franco Bárbara

Fisioterapeuta pós-graduanda em fisioterapia geriátrica pela FCMMG- MG


Atendimento domiciliar em Belo Horizonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário